Justiça suspende construção de pedágio em ponte rodoferroviária

Nova praça vai ficar do lado sul-mato-grossense e provocou protestos de entidades

A Justiça Federal suspendeu nesta quarta-feira (24), a licitação para a construção de um pedágio na ponte rodoferroviária em Rubinéia (SP), que liga São Paulo e Mato Grosso do Sul. A nova praça vai ficar do lado sul-mato-grossense, mas provocou protestos de entidades da região.

A Amop (Associação dos Municípios do Oeste Paulista) chegou a organizar uma manifestação no início do mês que contou com a participação de entidades que representam cidades do noroeste paulista.

As lideranças políticas alegam que o pedágio em Mato Grosso do Sul vai forçar os motoristas a mudar o trajeto e congestionar outras rodovias da região que não estão preparadas para o aumento do tráfego.

Quem passa pela ponte, no sentido São Paulo, pega a rodovia Euclides da Cunha, que foi duplicada recentemente. A ponte é o principal acesso entre os estados do Oeste e São Paulo e é bastante usada por transportadores de carga. A liminar que suspendeu a instalação do pedágio faz parte de uma ação movida pelo Ministério Público Federal. A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password