Justiça solta rapaz preso por possível envolvimento em atentado contra médico

A Justiça de Fernandópolis determinou a soltura de Lucas Simões Cruz, preso no último dia 8 de novembro, juntamente com outras cinco pessoas supostamente envolvidas no atentado contra o médico Orlando Cândido Rosa, ocorrido no dia 12 de junho deste ano.

Segundo informações extraoficiais, Lucas não teria participação ativa no atentado contra o médico, mas acabou sendo investigado e tendo a prisão decretada após o nome dele aparecer em gravações telefônicas autorizadas pela Justiça.

Outras quatro pessoas continuam presas nas Cadeias de Guarani d´Oeste e General Salgado aguardando o desfecho das investigações iniciadas pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Fernandópolis.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password