Justiça manda soltar padre que foi preso por embriaguez ao volante

Segundo advogado, o padre está doente e vai passar por tratamento. Processo de embriaguez ao volante é de 2010.

O padre Aparecido Donizete Bianchi, de 58 anos, foi solto nesta quarta-feira (19) depois de ser preso um dia antes, em São José do Rio Preto (SP).

Ele foi preso depois de a polícia cumprir um mandado judicial expedido em setembro deste ano. O documento determinava a detenção de dois anos do padre em regime semiaberto, por causa de um processo de embriaguez ao volante de 2010, que terminou em um acidente. Esse processo está em andamento na Justiça há cinco anos.

Donizete  foi solto depois que o advogado dele entrou com um pedido de alvará de soltura que foi aceito pela Justiça. Segundo o advogado, o padre está doente e vai passar agora por um tratamento de saúde. O padre já rezou missas em várias igrejas na cidade e comandou também a Catedral.

O acidente aconteceu em maio de 2010, na BR-153, no trecho próximo a José Bonifácio (SP). Na época, segundo informações da polícia, o teste do bafômetro apontou que o padre estava dirigindo embriagado. Testemunhas também disseram para a polícia que ele invadiu a contramão depois de fazer andar em zigue zague pela pista. G1

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password