Justiça determina o fim do acampamento Sem-terra

Os trabalhadores do Movimento Sem-terra terão que deixar a estrada rural que ocupam desde maio, entre os municípios de Cosmorama e Sebastianópolis do Sul, até o dia 8 de setembro. Na manhã desta quinta-feira (29), oficiais de Justiça, policiais militares e funcionários da prefeitura de Cosmorama entregaram a notificação.

A notícia é foi divulgada pela TV Unifev. Era por volta das 9h quando a ação teve início. De barraco em barraco, eles entregaram uma notificação informando que o Juízo da Primeira Vara de Tanabi, concedeu liminar de reintegração de posse, em favor do município de Cosmorama.

O líder do movimento não estava no local durante a notificação. O trabalho foi acompanhado pelo comandante provisória da PM de Votuporanga, Tenente Kenji Takebi. Um papel foi fixado nos barracos vazios informando aos integrantes do movimento a data para que se retirem da estrada, levando seus pertences, de maneira voluntária

Segundo a notificação, o movimento sem-terra tem até o dia 8, um domingo para deixar a estrada. A Polícia Militar diz que está pronta para cumprir a ordem de reintegração.

Criado em maio com 600 pessoas, o acampamento hoje é considerado o maior do estado de São Paulo. São cerca de 3  mil acampados em barracos, distribuídos em 20 quilômetros de estrada rural. O acampamento é formado por pessoas de todas as idades que afirmam que o movimento é pacífico. (Jociano Garofolo/Votunews)

Imagem: reprodução TV Unifev.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password