Justiça de Fernandópolis condena a 63 anos de cadeia dois acusados de matar dono de padaria

A Justiça da Comarca de Fernandópolis sentenciou na tarde desta quinta-feira, 11, dois dos três réus acusados do latrocínio – roubo seguido de morte contra o dono de uma padaria ocorrido naquela cidade.

A sentença foi proferida pelo juiz Drº Vinícius Bufulin de Fernandopolis, sendo os dois dos três réus condenados juntos a uma pena de 63 anos e 9 meses de detenção. O terceiro réu que teria atirado contra o dono da padaria ainda não foi sentenciado, pois a Justiça aguarda um laudo de insanidade mental.

O crime:

O dono de uma panificadora em Fernandópolis foi morto com um tiro no peito, durante uma tentativa de assalto no final de 2016.

A bala acertou o coração do comerciante, que morreu na mesma hora.

Célio Busato Junior era proprietário da Padaria Popular, localizada no centro da cidade.

Segundo informações colhidas pelo RN no local, um pintor que trabalhava no estabelecimento no momento do crime contou à Polícia que Busato estava fechando o comércio, quando dois homens armados desceram de uma moto e anunciaram o assalto.

O comerciante tentou fugir, quando foi atingido pelo disparo.Após a tentativa de assalto, os bandidos tomaram rumo ignorado.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password