Junior Marão destaca construção e reforma de 23 escolas

O prefeito Junior Marão esteve nesta semana no programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade, para falar

Sobre as obras, Marão disse que cada uma tem a sua importância. “Estamos envolvidos em tudo o que acontece na cidade. Construímos, reformamos ou ampliamos 23 escolas neste mandado, mais 12 postos de saúde novos.  Educação e saúde são áreas que conseguimos avançar bastante. Além disso, há construções emblemáticas como a Rua Amazonas, Concha Acústica, Centro de Lazer do Trabalhar, CIT (Centro de Informações Turísticas), estádio novo e as avenidas. Tudo isso, juntando com os investimentos necessários, mais as casas populares, contribuem com que a cidade seja cada vez melhor”, falou. das comemorações ao aniversário de 78 anos de Votuporanga. Ele destacou algumas obras e também falou da necessidade de fazer cortes no orçamento para a Prefeitura passar pelo período de crise econômica sem problemas sérios.

 

Terceira Idade

Questionado por um ouvinte sobre os investimentos voltados para a terceira idade, Marão disse que no município há alguns equipamentos que colocam Votuporanga diferenciada nesta área. “Temos o CCI (Centro de Convivência do Idoso), que atende mais de 300 pessoas, sob o comando da Secretaria de Assistência Social”.

 

Centro de Lazer do Trabalhador

Com relação ao Centro de Lazer do Trabalhador, Marão disse que será um dos grandes cartões postais da cidade. “Vai mexer com o orgulho do votuporanguense. Teremos um local com nova pista de caminhada, ciclovia, iluminação, quiosques, quadras de areia, campos de futebol, dança das águas. Estamos, neste momento, enchendo a segunda represa. Até o final do ano teremos o principal local de lazer da cidade”.

 

Cortes

A Administração Municipal apresentou nesta semana, à Câmara Municipal, um projeto que prevê a alteração na concessão do 14° salário. De acordo com o novo texto, não fará jus ao recebimento do benefício o servidor ocupante única e exclusivamente de cargo em comissão de livre nomeação e exoneração. Com a medida, cerca de 130 servidores deixam de receber o recurso.

“A alteração se justifica com o objetivo de adequação financeira frente ao novo cenário econômico nacional, com redução de repasse do FPM e retração da economia. Estima-se que a economia com o ajuste proposto para o ano de 2016 seja da ordem de R$377.000,00”.

Créditos da matéria: Jornal A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password