Julgamento de suposta tortura contra criança será em janeiro

ARAÇATUBA – A audiência de instrução e o julgamento da suposta tortura contra uma criança de 3 anos em Araçatuba foram marcados para 16 de janeiro, às 10h.

Para preservar os acusados, já que o caso teve repercussão nacional, o juiz Emerson Sumariva Júnior determinou que a audiência seja realizada pelo sistema de videoconferência. Assim, o padrasto da criança, Maurício Moraes Scaranello, e a mãe dela, Sara de Andrade Ferreira, acompanharão os trâmites da penitenciária de Tremembé, onde estão presos preventivamente.

As supostas torturas praticadas por Scaranello, com a conivência da mãe, constam em vídeos apreendidos pela polícia. A guarda da menina foi concedida a um tio-avô, que é tio de Sara. Tanto ela quanto o companheiro negam as torturas. A defesa de Scaranello afirma que foram “brincadeiras de mau gosto”.

Folha da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password