Jovens se arriscam e soltam pipas em rodovia de Fernandópolis

FERNANDÓPOLIS – Em Fernandópolis, o risco de empinar pipa perto da rodovia é que a brincadeira acaba atraindo toda a concentração das crianças e adolescentes. O que acontece aqui no chão fica em segundo plano, pois o que interessa está acontecendo lá no alto, no céu, e aí, quando o foco volta aqui para baixo, onde a atenção é essencial, pode ser tarde demais.

Em muitas vezes, as crianças e adolescentes atravessam a pista para recuperar suas pipas gerando risco de atropelamentos, além de acidente já que ciclistas e motociclistas podem não ver as linhas cruzando seus caminhos. No município, essa é uma situação muito comum no período de férias, principalmente em bairros que ficam às margens das rodovias.

“Só presto atenção onde a pipa cairá. Se vem um caminhão, o cara buzina ou acaba atropelando”, afirma C.M., de apenas 8 anos, que mora no Jardim Uirapuru, localizado às margens da Rodovia Percy Waldir Semeghini (SP- 543). Ele, regularmente, solta pipa no local junto com os amigos.

A Reportagem de “O Extra.net” ainda flagrou adolescentes soltando pipa às margens daRodovia Euclides da Cunha (SP-320), na região dos bairros Vila Ubirajara e Jardim Paulistano.

ALERTA 

A Polícia Rodoviária Estadual pede para que os pais procurem acompanhar a rotina dos filhos nesse período de férias. Descobrir onde eles vão e como se divertem pode garantir a segurança deles.

Outra recomendação é cuidado em relação ao uso de cerol nas linhas das pipas, o que é proibido e pode colocar em risco a vida de motociclistas e ciclistas. A orientação é para que a brincadeira seja realizada em áreas urbanas e abertas, sem fios elétricos e trânsito, como praças e campinhos.

E é fundamental lembrar as crianças de que a vida vale muito mais que uma pipa.

Breno Guarnieri- O Extra.net

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password