Jovem morre após lipoaspiração

Uma mulher morreu após passar por uma cirurgia plástica na terça-feira (14), em Goiânia. Ludmylla Franco tinha passado por uma mamoplastia e uma lipoaspiração quando sofreu complicações cirúrgicas. A suspeita é de que a morte tenha sido causada por uma embolia pulmonar.

Ludmylla Franco submeteu-se ao procedimento cirúrgico no Hospital Premium, na capital. Em nota, o Hospital Premium explicou que o procedimento cirúrgico foi realizado sem qualquer intercorrência. Após o ato, ela foi encaminhada para a unidade de recuperação pós cirúrgico sem qualquer alteração, onde se recuperou normalmente.

Ainda de acordo com a nota, no início da noite a paciente manifestou sintomas de falta de ar leve, sendo prontamente avaliada e como não melhorou Ludmylla foi transferida por volta das 22h30, por meio de UTI Móvel, para o Hospital Renaissence, onde veio a falecer na madrugada da quarta-feira (15). A família da vítima não quis dar entrevista.

O presidente da regional goiana da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Paulo Diniz, afirmou que ainda não tinha os dados completos a respeito do que aconteceu na sala de cirurgia. Embora não esteja confirmada a hipótese de embolia pulmonar, o médico informou que esta é uma das complicações mais recorrentes em cirurgias plásticas. Trata-se de um trombo (sangue coagulado) que encontra um vaso sanguíneo de calibre menor e entope a passagem de sangue.

Outros casos

Em julho de 2012, a funcionária pública Raila Silva Leal Carvalho, de 32 anos, morreu após uma lipoaspiração realizada em um hospital particular de Jataí. Em 2010, outras duas pacientes morreram por complicações em cirurgias de lipoaspiração. A funcionária pública federal Kelma Macedo Ferreira Gomes, de 33 anos, morreu no Hospital São Francisco, em Ceilândia, no Distrito Federal (DF). Mas ela passou por cirurgia de lipoescultura em Goiânia, na véspera. Kelma era assessora direta do então ministro das Cidades, Márcio Fortes.

No mês de março de 2010, a dona de casa Lana Elisa Santos Gomes, de 35 anos, morreu na Clínica Hospitalar Matermaria, localizada no centro de Anápolis, depois de sofrer uma parada cardiorespiratória, ocorrida durante uma cirurgia de lipoaspiração. A suspeita era de que ela também tenha tido uma embolia pulmonar. O Popular

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password