Jovem de 20 anos morre após consumir droga cristal e festa open bar em Ilha Solteira

Uma estudante de 20 anos morreu na madrugada de quarta-feira, 16, vítima de suposta overdose. Lucas Faria de Castro Gusmões estava em uma festa em Ilha Solteira, onde teria consumido a droga cristal, derivada da metanfetamina, e tomado chá alucinógeno, feito de cogumelo.

Lucas era morador de Uberlândia (MG) e aproveitou o feriado prolongado para ir com amigos participar da festa em Ilha Solteira. Eram três dias de evento, com direito a open bar, consumo livre de todos os tipos de bebidas.

Kênia Faria Lelis, mãe do rapaz, diz que, conforme relatos de amigos do filho, Lucas teria consumido a droga cristal na noite de segunda-feira, 14. “Na mesma hora, ele começou a ter palpitação e falta de ar. Depois, deram um chá de cogumelo para o meu filho. Foi ai que ele começou a sentir mais palpitação e calor”, diz a mãe.

Para refrescar, Lucas teria entrado em uma represa, mas, de acordo com amigos, o jovem desmaiou e teve de ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Levado ao pronto-socorro de Santa Fé do Sul, o jovem foi transferido para o Hospital de Base de Rio Preto, onde passou três dias internados até morrer, na madrugada de quarta-feira.

No boletim de ocorrência, o HB relata a hipótese da morte ter ocorrido devido a uma parada cardiorrespiratória, porém de causa desconhecida. O corpo de Lucas passou por análise no Instituto Médico Legal, mas o laudo ainda não ficou pronto.

O corpo do jovem foi enterrado na manhã desta quinta-feira, dia 17, no Cemitério da Paz, em Uberlândia.

Processo

Inconformada com a perda do filho, Kenia diz que pretende processar os organizadores da festa pela morte do filho. “Eu e minha mãe pedimos e até imploramos para ele não ir à festa. A gente desconfiava que fosse acontecer algo de muito ruim. Mas, sabe como são os jovens, nunca escutam os pais”, diz a mãe.

O advogado Paulo Cesar Alves Rocha, tio de Lucas, acredita que os organizadores devam ser responsabilizados pela morte. “Era obrigação deles impedir a entrada de qualquer droga na festa. Já basta o open bar, com bebida alcoólica a vontade”, afirma.

Marco Antonio dos Santos – diarioweb.com.br

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password