Jogo em Novo Horizonte pode trazer prejuízos

Sobre o jogo contra o Novorizontino, na casa do adversário, Marcelo ressaltou o desempenho da equipe e os prejuízos. “Jogamos de igual para igual, fizemos um primeiro tempo melhor, como todas as equipes realizam, se retraindo na segunda etapa.

 

O problema é que lá atuamos até 51 minutos e 30 segundos. Não podemos justificar, os gols que tomamos não podem acontecer, mas fomos prejudicados”.

A partida em Novo Horizonte terminou com uma confusão, que pode prejudicar a comissão técnica, citada na súmula do árbitro. “Temos que esperar a citação de hoje. O juiz não colocou nome de nenhum jogador, somente da comissão técnica, de forma equivocada.
O Marcelo Henrique ficou o tempo todo tirando o pessoal do meio do campo, o treinador Ricardo Pinto estava mostrando o tempo que ele deu de acréscimo. Ninguém foi para agredir o juiz, mas ele ficou ofendendo atleta, falando que tem que atuar na A3 mesmo porque ele apita primeira divisão. A Federação não vê isso”.
A direção do CAV vai pedir o adiamento do julgamento do conflito, que aconteceria na próxima segunda-feira, com mais uma semana de prazo, para ter tempo de analisar melhor a situação do time na competição.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password