Italiano morre na Venezuela por falta de insulina

Italo Carli tinha 58 anos, era juiz honorário no país e sofria de diabetes.

O ítalo-venezuelano Italo Carli, de 58 anos, que trabalhava como Juíz Honorário, faleceu no início desta semana, no hospital da cidade de Valencia, em um centro médico com uma estrutura considerada de regular, mas que sofre com a escassez de medicamentos. A notícia foi dada pelo advogado Marco Sitran, seu primo, ao jornal italiano Corriere del Veneto.

Nascido na Venezuela de pai italiano, Carli se formou em direito na nação europeia e viveu durante vários anos em Veneza, até voltar para a República Bolivariana da Venezuela, que vem sofrendo há tempos com a falta de alimentos, remédios e itens básicos, em função de uma grave crise política, social e econômica.

Atualmente, o país conta com dois presidentes (Juan Guaidó e Nicolás Maduro), dois parlamentos (Assembleia Nacional e Assembleia Constituinte) e duas supremas cortes, uma no exílio e outra sediada em Caracas.

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mimPerdeu sua senha?

    Lost Password