Irmãs de Votuporanga estão desaparecidas há 20 dias

Uma família votuporanguense vive um drama há 20 dias, pelo desaparecimento de duas crianças, irmãs gêmeas de cinco anos de idade. As meninas vivem em Votuporanga sob a guarda do pai, mas desde o dia 23 de agosto estão desaparecidas, após visitarem a mãe, em Brasília.

Uma mensagem sobre o desaparecimento foi postada na rede social “Facebook”, na esperança de buscar informações que possam levar ao paradeiro das meninas. Segundo a avó paterna das gêmeas, Rosimeire Gonçalves Bueno Alves, que vive em Votuporanga, a suspeita é de que a mãe, impedida legalmente de ter a guarda das meninas, teria viajado com elas para uma cidade no estado do Mato Grosso.

De acordo com Rosimeire, a guarda pertence ao pai, em Votuporanga, mas um acordo com os advogados das partes estipulou que as meninas fariam visitas regulares à mãe e aos avós maternos, em Brasília. Porém, na última viagem, as meninas acabaram desaparecendo.

Ainda segundo a avó paterna, os familiares pelo lado da mãe não dão informações precisas sobre o paradeiro, dizendo apenas que as meninas não serão devolvidas, mas que estão bem.

Porém, a família de Votuporanga está desesperada com a falta de notícias e com a saudade das meninas. “O nosso desespero é pela vida e pela segurança delas”, afirmou Rosimeire. Os avós paternos registraram ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e divulgam a foto delas (abaixo) nas redes sociais. Por enquanto, não há informações da localização das meninas. Quem tiver alguma informação das irmãs gêmeas Daniele Alves Mano e Camila Alves Mano, 5 anos, pode entrar em contato com a Delegacia de Defesa da Mulher (17)3423-3300 ou (17) 9165-3275 / (17) 9759-8590. (Jociano Garofolo – A Cidade)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password