Internacional supera erros da zaga e goleia Náutico em Caxias do Sul

O Internacional teve de passar não só pelo lanterna Náutico, na tarde deste domingo, no Centenário, pela 28ª rodada do Brasileirão. Após deixar a torcida apreensiva com seguidas falhas na primeira etapa, a equipe de Clemer se redimiu em grande estilo com uma goleada por 4 a 1 sobre o Timbu. D’Alessandro, Otávio, Willians e Fabrício marcaram para os mandantes. Tiago Real descontou.

Os colorados chegaram a 40 pontos no Brasileirão e estão em sétimo lugar. Já o time pernambucano segue com 17 pontos, na difícil luta contra o rebaixamento.

D’ALESSANDRO SALVA INTER DE ERROS NA ETAPA INICIAL

Apesar do Inter tomar a iniciativa de jogo, o Náutico e a zaga colorada deixavam o torcedor do Centenário nervosos. Primeiro, Jackson recuou mal para Muriel. Maikon Leite avançou livre, tentou o drible e caiu pedindo pênalti, mas o árbitro mandou o lance seguir. Minutos depois, o atacante do Timbu cobrou falta e Kleber só não fez contra porque seu cabeceio parou no travessão.

O primeiro grande momento da equipe gaúcha veio quando D’Alessandro cruzou e Ricardo Berna rebateu para os pés de Otávio, obrigando João Filipe a defender a conclusão do meia-atacante e de Leandro Damião. No minuto seguinte, a categoria de D’Alessandro se sobressaiu ao Timbu. O camisa 10 desceu pela direita completamente livre e chutou no ângulo. A bola caprichosamente parou na trave antes de entrar, aos 16. Gol do Inter.

Só que o Náutico já sabia que podia encontrar alguns caminhos da zaga do Inter. E, aos 26, encontrou seu gol. Martinez serviu Tiago Real, que passou facilmente por Airton, Juan e Kleber, até chutar na saída de Muriel: 1 a 1.

Aos poucos, o Inter se recompôs, teve chance com Gabriel, mas teve seu desempate iniciado por D’Alessandro. O argentino serviu Otávio, que ajeitou a bola e tocou com categoria para desempatar nos acréscimos.

GOLEADA É CONSTRUÍDA

Com Fabrício improvisado como volante no lugar do atacante Scocco, o Internacional voltou com mais segurança no meio de campo. O próprio camisa 14 foi o primeiro jogador a exigir Ricardo Berna na etapa final. O time de Marcelo Martelotte seguia apostando nos erros colorados – caso de Olivera, que, aos nove minutos, chutou rasteiro.

No entanto, o Náutico viu suas chances do empate começarem a esvair aos 13 minutos. O lateral-direito Maranhão agrediu Kleber e, depois de um princípio de confusão, foi expulso. A equipe do técnico Clemer passou a levar o jogo em “banho-maria” e construiu a goleada valendo-se da ansiedade do rival.

Willians roubou bola no meio, avançou até a intermediária e bateu no canto direito de Ricardo Berna, foi o terceiro gol do Inter. E, em jogada trabalhada aos 36, o Internacional transformou a vantagem em goleada. Gabriel avançou até a linha de fundo e cruzou. Leandro Damião furou e, na sobra, Fabrício encheu o pé. Caxias do Sul segue como trunfo, de fato.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 4 X 1 NÁUTICO

Local: Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Data-Hora: 13/10/2013 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Eberval Lodetti (MG) e Gean Carlos Menezes de Oliveira (RR)
Renda/Público: R$ 77.070,00/ 5.403 presentes.

Cartões amarelos: Otávio, Gabriel, Fabrício e Kleber (INT)
Cartão vermelho: Maranhão, 13’/2ºT (NAU)

Gols: D’Alessandro, 16’/1ºT(1-0); Tiago Real, 26’/1ºT(1-1); Otávio, 46’/1ºT(2-1), Willians, 24’/2ºT(3-1) e Kleber, 36/2T (4-1)..

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Jackson, Juan, Kleber; Willians, Airton (João Afonso, 29’/2ºT), D’Alessandro, Otávio (Caio, 23’/2ºT) Scocco (Fabrício, Intervalo); Leandro Damião – Técnico: Clemer.

NÁUTICO: Ricardo Berna; Maranhão, João Filipe, William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Martinez, Derley e Tiago Real (Morales, 23’/2ºT); Maikon Leite (Marcos Vinícius, 36’/2ºT) e Olivera (Hugo, 19’/2ºT) – Técnico: Marcelo Martelotte.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password