Difamação: pais de Bia são ameaçados em rede social

Os pais registraram boletim de ocorrência um dia depois de Thiago começar a receber ligações de uma mulher ameaçado-os.

 

Os pais de Bia, a enfermeira Giuliana Migliari de Lima, 32 anos, e o motorista do Samu Thiago Valério do Nascimento, de 37, procuraram a Polícia Civil para denunciar que estão sendo chamados de sequestradores de crianças e de que receberam ameaças de uma mulher, por meio de ligações e mensagens de WhatsApp.

De acordo com o advogado do casal, Sidney Seidy Takahashi, eles registraram um boletim de ocorrência no último dia 14, um dia antes Thiago começou a receber ligações de uma mulher ameaçando-os. No mesmo dia, um vizinho lhe mostrou mensagens de uma mulher que tem uma página, com o nome de Jéssica Casemiro.

Na postagem, uma moradora de Potirendaba faz um apelo no Facebook relatando que o filho havia desaparecido e a mulher, que se apresenta como Jéssica, respondeu nos comentários que o menino desaparecido poderia ter sido sequestrado por Thiago e Giuliana, funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Rio Preto. Jéssica acusa o casal de sequestrar crianças para conseguir quem fosse compatível com a filha deles, Bia, que morreu no dia 13 de janeiro, em São Paulo, onde fazia tratamento contra uma leucemia e esperava um doador compatível de medula.

Registrado como ameaça e calúnia, o caso será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password