Início alviverde e dupla com Túlio Maravilha: os primeiros passos de Luan até chegar ao Corinthians

Corintiano, atacante que é de São José do Rio Preto/SP, deu os primeiros passos no Tanabi, foi parceiro de ataque de Túlio Maravilha e vestiu camisa alviverde; confira a história do novo reforço do Corinthians.

Luan vai realizar um grande sonho em 2020: vestir a mesma camisa que um dia usou para comemorar um título como torcedor. Uma foto que circula na internet mostra o atacante com a camisa do Corinthians na comemoração do título mundial de 2012, em sua cidade natal, São José do Rio Preto/SP, a cerca de 400 quilômetros de São Paulo. Na mesma época, o jovem jogador vestia uma camisa alviverde em busca de um dia fazer sucesso no futebol.

O novo reforço do Timão começou como muitos garotos no Brasil: jogando futsal. Até que um dia, incentivado pelo professor Ademir Corrêa Júnior, Luan fez um teste no futebol de campo e passou a representar o Tanabi Esporte Clube, time verde e branco, que já teve o paraguaio Cabañas como centroavante.

– A gente sabia que ele jogava bem, até que eu disse para ele: “Se você jogar o que você joga no futsal, você vai explodir” – relembra o professor.

Na primeira experiência como atleta profissional em 2012, Luan disputou a Segundona do Paulista pelo Tanabi – equivalente à quarta divisão do estadual. O jovem precisou morar embaixo das arquibancadas alviverdes do estádio municipal Alberto Victolo, conhecido como Albertão. Luan chegou a formar dupla de ataque com Túlio Maravilha.

Mas antes que o torcedor corintiano mais supersticioso possa achar que a passagem de Luan por um clube alviverde pode ser uma mancha na carreira do jogador, vale lembrar que no mesmo gramado em Tanabi, Edilson Capetinha foi revelado para o futebol brasileiro, no qual deu muitas alegrias ao torcedor do Timão.

E a passagem de Luan no Tanabi durou até o fim de 2012. No ano seguinte, ele foi para o América de Rio Preto disputar a Copa São Paulo, quando chamou a atenção do Grêmio, o resto da história o torcedor já conhece. Para o ex-funcionário do Tanabi, Betinho, o jogador logo irá cair nas graças da torcida.
– Em duas ou três partidas que ele fizer (com a camisa do Corinthians), a torcida irá abraçar ele – afirma Betinho.
FONTE: Informações | globoesporte.globo.com / Felipe Modesto

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password