Idosa estuprada está na UTI e fará cirurgia

A mulher de 62 anos que foi estuprada e também de agredida fisicamente será mantida na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Beneficência Portuguesa, de Rio Preto.

A informação é do médico da equipe de cirurgia plástica do hospital, Alexandre Veloso. Segundo ele, o estado de saúde dela é estável, mas requer cuidados. “A paciente terá de passar por cirurgias de reparação de fraturas na face, mas ainda não há uma data certa”, diz.

O caso ocorreu na noite desta sexta-feira, dia 14. A vítima foi atacada quando estava sozinha em sua casa, localizada no bairro Parque da Cidadania. Além de sofrer abuso sexual, ela também foi agredida.

Após a agressão e o abuso, mesmo machucada gravemente, ela conseguiu pedir ajuda a um vizinho, que acionou o Samu. Segundo o vizinho, a mulher disse que conhecia o agressor e que se tratava de um morador do bairro e usuário de drogas, o Johnnynho.

Após buscas pelo bairro, na manha este sábado, 15, guardas municipais conseguiram localizar o suspeito no bairro, trata-se do coletor de materiais recicláveis Johnny Elvis Pereira, 19 anos.

Marcio Martino, assessor de imprensa da Guarda, diz que o homem assumiu que agrediu a idosa e que, naquele momento, estava sob o efeito de álcool e drogas. Ele foi apresentado na Central de Flagrantes, onde está preso. No boletim de ocorrência ele é acusado de estupro qualificado.

Martino conta que a vítima não só conhecia o rapaz, como também o ajudava. “Como ele era catador de material de reciclagem, ela guardava e entregava os reciclados semanalmente.”

A vítima foi socorrida e levada para a UBS do Santo Antônio, de onde foi transferida para o hospital Beneficência Portuguesa e continua na UTI.

“O vizinho dela nos contou, que a vítima está muito machucada. Seu rosto ficou irreconhecível”, diz Martino.

Nany Fadil e Francine Moreno – diarioweb;.,com,.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password