Hospital de Ensino encerra ações contra a Aids com laço humano

O Hospital de Ensino Santa Casa de Fernandópolis encerrou hoje as atividades da Campanha do Dia Mundial de Luta Contra a Aids com a realização de um ato simbólico em que funcionários do hospital formaram um “laço humano”.

Além desta ação, os funcionários da Santa Casa demonstraram sua adesão à luta contra a Aids por meio de laços vermelhos, afixados junto aos seus uniformes. Também foi realizado junto aos colaboradores os testes rápidos de HIV.

NOVOS NÚMEROS
Segundo o Boletim Epidemiológico, divulgado pelo Ministério da Saúde, cerca de 734 mil pessoas vivem com HIV e aids hoje no país. Deste total, 80% foram diagnosticadas. Desde os anos 80, foram notificados 757 mil casos da doença no Brasil. 

O coeficiente de mortalidade por aids caiu 13% nos últimos 10 anos, passando de 6,1 casos de mortes por 100 mil habitantes em 2004, para 5,7 casos em 2013. Do total de óbitos por Aids ocorridos no país até o ano passado.

HIV/AIDS
HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da Aids, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. Ter o HIV não é a mesma coisa que ter a Aids. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas, podem transmitir o vírus a outros pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação.

A Aids é o estágio mais avançado da doença que ataca o sistema imunológico. A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, como também é chamada, é causada pelo HIV. Como esse vírus ataca as células de defesa do nosso corpo, o organismo fica mais vulnerável a diversas doenças, de um simples resfriado a infecções mais graves como tuberculose ou câncer. 

DIA MUNDIAL
Em 1987, a Assembléia Mundial de Saúde, com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 1º de dezembro no “Dia Mundial de Luta Contra a Aids. Uma data proposta para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/aids. 

O LAÇO VERMELHO
O laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a Aids. O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte, de New York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo pela doeça. 

A cor foi escolhida por causa de sua ligação ao sangue e à ideia de paixão, sendo foi inspirado no laço amarelo que honrava os soldados americanos na Guerra do Golfo. Foi usado publicamente, pela primeira vez, pelo ator Jeremy Irons, na cerimônia de entrega do prêmio Tony Awards, em 1991. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password