Homens armados invadem Shopping Iguatemi, em Rio Preto, e provocam pânico

Lojas baixaram as portas com clientes dentro; alvo dos criminosos seria uma joalheria

Pelo menos três criminosos armados invadiram o Shopping Iguatemi, em Rio Preto, na noite desta sexta-feira, 14, e provocaram pânico entre frequentadores, lojistas e funcionários do local. Assustados, clientes correram para dentro das lojas, que abaixaram as portas enquanto policiais militares faziam buscas pelos criminosos.

As polícias Militar e Civil mobilizaram equipes até o local. Fortemente armados, os PMs vasculharam o centro de compras e, por volta das 21h, os clientes e funcionários do shopping começaram a ser liberados. Os criminosos, no entanto, teriam fugido de carro pela rodovia BR-153, sentido Bady Bassitt.

Diferentes testemunhas relataram ter ouvido um barulho que associaram a um disparo de arma de fogo. A assessoria do shopping, no entanto, afirma que não houve tiros e que ninguém ficou ferido. Em nota, o centro de compras afirmou que encerrou as operações às 21h30 e que funcionará normalmente neste sábado, 15.

Criminosos armados no Shopping Iguatemi, em Rio Preto (Reprodução/Câmera de Segurança)

Alvo seria uma joalheria

O alvo dos criminosos que invadiram o Shopping Iguatemi seria uma joalheria, que fica no piso superior do centro de compras. Imagens de câmera de segurança mostram dois criminosos chegando, sendo que um está em uma cadeira de rodas e o outro está empurrando. Um terceiro ladrão chega depois.

Apesar de um dos ladrões ter chegado em uma cadeira de rodas, todos os três aparecem de pé em outra imagem. Até o momento não há informação se os criminosos conseguiram levar algum objeto ou dinheiro.

Frequentadores do shopping são liberados, mas passam por revista antes de sair (Arthur Pazin 14/1/2022)

Clientes relatam pânico

A funcionária de uma loja do centro de compras, que preferiu não se identificar, disse ao Diário que abaixou as portas no momento em que começou a correria. “Um rapaz lá fora dizia que era assalto a mão armada. Começou a entrar muito policial com armamento pesado”, contou.

Uma cliente que havia acabado de chegar ao shopping relatou ao Diário que viu pelo menos 20 pessoas correndo, gritando que se tratava de um assalto. “Abaixaram as portas, começou aparecer um monte de gente correndo”, afirma. Ela, o marido e as filhas se refugiram dentro de uma loja.

A jornalista Elma Eneida Bassan Mendes estava com o neto na área de um restaurante no térreo do shopping quando viu a correria. “Começou uma loucura todo mundo saindo correndo aqui de dentro, uma gritaria, uma choradeira, uma mulher desesperada com a filha, o marido, falando que tinha homem três homens mascarados, com rifle, com armas muito pesadas”, conta. Ela ficou dentro do restaurante até por volta das 21h30.

As jovens Bruna Novelini e Alice Bianchini, moradoras de Ariranha, estavam no shopping a passeio quando pararam para pedir informação a um segurança. “Sem alarmar, ele disse: ‘Moça, corre que é um assalto’. Nisso, a gente olhou para trás e havia vários homens, todos armados, e a gente saiu correndo e foi para o banheiro”, disse Bruna. Elas afirmaram que ficaram cerca de 40 minutos presas no banheiro e tiveram de sair do local com as mãos erguidas para mostrar que eram inocentes.

Quadrilhas causam terror

Outros assaltos a shoppings, em horários de movimento intenso, aconteceram recentemente no interior de São Paulo. O mais recente foi a um shopping da cidade de São Roque, a 429 km de Rio Preto, em que uma criminosos armados renderam funcionários e, na fuga, fizeram disparos a esmo para abrir caminho entre os frequentadores. O caso aconteceu no dia 29 de novembro de 2021, uma segunda-feira.

Também em novembro de 2021, no dia 14, uma quadrilha invadiu um shopping de Sorocaba para assaltar uma joalheria. Na ocasião, o grupo roubou cerca de R$ 500 mil em joias e relógios.

Arthur Pazin, Maria Elena Covre, Lucas Israel e Gabriel Vital – diarioweb.com.br

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password