Homem que matou mulher por barra de sabão pega 14 anos

Rosalino Pereira de Souza foi condenado hoje a 14 anos de prisão de ter matado Olivina Liboni, com um tiro de espingarda “cartucheira”, calibre “28”, em 1990.

O julgamento ocorreu no fórum de Nhandeara. A defesa do réu foi feita pelos advogados criminalistas Silvânio Hortêncio Pirani e Marcus Gianezi, que vão recorrer da decisão.

O juiz acatou a denúncia do Ministério Público de que o crime foi cometido por motivo fútil, ou seja, uma discussão iniciada porque a mulher queria emprestar metade de uma barra de sabão ao vizinho, na Fazenda dos Portugueses.

O julgamento não contou com a presença do réu, foragido desde o dia do crime.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password