Homem é preso suspeito de atirar bomba em base da Polícia Militar

Drogas apreendidas na casa do trio de rapazes suspeitos de atacar base da PM. (Foto: Polícia Militar)

Um homem foi preso pela Polícia Civil na noite de segunda-feira, dia 26, suspeito de ter atirado uma bomba caseira contra a base da 1ª Companhia da Polícia Militar, na Zona Norte de Rio Preto. Devido à prisão dele, a polícia chegou a outros dois rapaz, que também foram presos, mas por tráfico de drogas.

A bomba caseira, colocada dentro de uma garrafa de vidro, foi arremessada na madrugada de sábado, dia 24, no patio do estacionamento de veículos da base da PM. A explosão causou danos em um veículo de um policial que estava de plantão. Ele saiu para rua, conseguiu ver o agressor, mas não conseguiu prendê-lo.

Segundo a PM, o autor do atentado seria W.H.P.O. de 23 anos, conhecido como “Irmão Lazarin”, que seria integrante do PCC.
O caso foi repassado para Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Preto, que, no final da tarde de segunda-feira, encontrarou Lazarin em uma rua do Solo Sagrado. Na hora, ele apenas confessou que tinha drogas escondidas na casa de um comparsa, V.S.A. de 18 anos, que recebia uma quantia por mês e para embalar e esconder o entorpecente em sua casa.

Os policiais militares foram até o imóvel e, durante as buscas, descobriram várias porções de cocaína e crack embaladas, além de uma balança digital e o dinheiro proveniente da venda de drogas.

O dono da casa, conhecido como “Gordinho”, foi detido junto a outro rapaz, Y.G.M.B., de 19 anos, suspeito de vender drogas para Lazarin.

Em depoimento, o trio admitiu o tráfico de drogas, mas negaram qualquer envolvimento com o ataque à base da PM. Todavia, como Lazarin foi reconhecido, ele também será indiciado por dano e utilização de explosivo.

Marco Antonio dos Santos – diarioweb.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password