Homem apresenta CNH falsa em abordagem policial

Ao ser abordado em “comando” da PM, motociclista tentou ludibriar militar com documento falso, com nome de outra pessoa

Um homem de 42 anos de idade foi encaminhado ao Plantão Policial na tarde de ontem, após ser parado em um bloqueio de trânsito. Ao ser abordado, ele passou a um policial militar uma carteira de habilitação com outro nome. O PM suspeitou dos detalhes do documento e descobriu a farsa.

Segundo informações obtidas no Plantão Policial, onde o boletim de ocorrência foi registrado, o flagrante aconteceu por volta das 15h15, durante uma operação de bloqueio para fiscalização de motociclistas na estrada municipal Fábio Cavalari. O policial militar Rozanez contou que uma motocicleta Honda CG 150 Titan, ano 2009, foi parada.

Ao ser verificada a documentação, o condutor, identificado como J.S.O. de 42 anos, apresentou uma CNH com o nome de “Ulisses Piva”. Segundo o policial, a documentação aparentava ser falsa, devido à falta de elementos de segurança.

Na delegacia, o suspeito apresentou seu documento de identidade verdadeiro. Diante da situação, a moto que ele conduzia foi apreendida. Na delegacia, J.S.O. e não “Ulisses Piva”, se reservou ao direito de ficar calado e não colaborou em informar sobre como conseguiu a CNH ou motivo pelo qual portava. O boletim de ocorrência foi registrado na natureza de uso de documento falso.  A pena para o uso de documento falso, art. 304, é idêntica a pena de falsificação de documento público, art. 297, de dois a seis anos de reclusão. O uso de documento falso só se consuma quando a pessoa fizer, de fato, o uso desse documento em algum lugar, enganando pessoas e a fé pública. Jociano Garofolo/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password