Grupo Cúmplices entrega panetones e bolas na Santa Casa

Aproximadamente 20 voluntários fizeram o Hospital ainda mais acolhedor neste fim de ano.

Na terça-feira à noite (17/12), a Santa Casa de Votuporanga ficou repleta de amor. Em cada ala, o espírito de Natal estava presente, transformando o ambiente e gerando esperança em um futuro melhor. Aproximadamente 20 voluntários do grupo Cúmplices fizeram o Hospital ainda mais acolhedor neste fim de ano.

Acompanhado do cantor Joab, a equipe distribuiu panetones e bolas para os pacientes internados. E como em noite de Natal, abraços, sorrisos, paz e esperança reinaram no Hospital.

Essa ação veio coroar 2019 de muito voluntariado do grupo. Mensalmente, os integrantes entregam rosas para os assistidos. Na Páscoa, as flores se transformaram em chocolates, para celebrar a data comemorativa.

Osmar Borges de Andrade (Tatão) há três anos se transforma em Papai Noel. Feliz pelo papel, Tatão foi o verdadeiro Bom Velhinho na Santa Casa, presenteando crianças, jovens, adultos e idosos com muitos sorrisos.  “Eu estou muito emocionado. Ser o Papai Noel é uma grande responsabilidade, pois a imagem representa o amor e o afeto. É preciso carisma para receber e tocar no coração de nossas crianças”, contou.

Para o grupo Cúmplices, os panetones e bolas são apenas mimos que representam o amor que transborda de nossos corações.  “Estar na Instituição une os mais diversos sentimentos com resultados surpreendentes que enchem nossas almas da certeza de que estamos florindo onde a vida nos plantou, um momento retratado neste versículo bíblico “ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine”. 1Corintios 13,1”, explicaram os participantes.

E este amor permaneceu durante todo 2019 com a promessa de que será multiplicado. “Desejamos que este amor preencha a vida de cada um que durante o ano de 2019 nos receberam em cada ala e em cada quarto da Santa Casa de Votuporanga e que tenham um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de bênçãos!”, complementaram.

O provedor do Hospital, Luiz Fernando Góes Liévana, agradeceu o trabalho do Cúmplices. “É um grupo muito querido e solidário. Fazem parte já das atividades cotidianas da Instituição, mensalmente e também em datas especiais. São pessoas de bem, dispostas a viver o verdadeiro sentido do voluntariado – oferecer auxílio, acolhimento para aqueles que mais necessitam. Vocês são demais e nos ajudam na recuperação dos pacientes com tanto afeto e carinho”, finalizou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

1 × 1 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password