Greve já provoca desabastecimento em postos da região

Em Santa Fé do Sul, Bálsamo, Votuporanga, Palmeira d’ Oeste e Santa Adélia também foram registradas manifestações.

A greve dos caminhoneiros chega ao quarto dia e já está interferindo diretamente na vida dos moradores da região.

Na tarde de quarta-feira, 23, com medo de ficar sem combustível, motoristas encararam filas enormes para abastecer em postos da região. Em alguns deles o combustível até acabou.

É o caso de Severínia onde algumas bombas já estão secas. Nos poucos estabelecimentos da cidade que ainda contam combustível, os proprietários revelam que as reservas estão acabando. Mesma situação de Tabapuã, onde também há postos sem combustível.

Em Rio Preto, muitos postos já subiram os preços dos combustíveis e os motoristas também enfrentam filas.

 

Protesto

Na manhã desta quinta-feira, 24, um grupo de caminhoneiros realiza protesto no acesso de entrada e saída de caminhões-tanque de uma base de distribuição de combustíveis, em Rio Preto. A Polícia Militar acompanha a manifestação.

A greve dos caminhoneiros começou na última segunda-feira, 21. O movimento ligado a Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) realiza protestos contra o aumento dos combustíveis. Paralisações estão sendo realizadas em várias rodovias de todo o Brasil.

Na quarta-feira, 23, protestos foram registrados em várias rodovias da região noroeste do estado. Em Rio Preto, caminhoneiros realizaram uma carreata pela Washington Luís (SP-310) e pela BR-153. No final da tarde, houve lentidão no trânsito na SP-310, no trecho, cerca de 50 motoristas ergueram faixas e mobilizaram caminhoneiros que seguiam pela estrada.

Também foram registradas paralisações em Tabapuã, na rodovia vicinal Jeronymo Ignácio da Costa. Em Urânia, motoristas estão de braços cruzados contra o aumento dos combustíveis desde segunda-feira, 21.

Em Novo Horizonte, na rodovia Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304) cerca de 200 caminhões participaram da manifestação. Na rodovia Armando de Sales Oliveira, em Severínia, cerca de 50 caminhões participaram do protesto.

Em Santa Fé do Sul, Bálsamo, Votuporanga, Palmeira d’ Oeste e Santa Adélia também foram registradas manifestações.

(Colaborou Rone Carvalho – diarioweb.com.br)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password