Governo quer mudar regras para validação de diplomas de Medicina

Da Redação
Regras para aceitação de diplomas de Medicina de formados no exterior podem mudar no país.
O governo está discutindo uma nova alternativa para facilitar a validação dos certificados.
A ideia é alterar a metodologia do exame exigido de profissionais interessados em trabalhar no país, chamado de Revalida.
Pela proposta, a definição do padrão de dificuldade das questões, hoje atribuição de professores e médicos, passaria a ser feita por alunos no fim do curso.
Discutida desde 2012, a mudança nas regras do Revalida é considerada como uma saída de curto prazo para aumentar a oferta de profissionais no mercado. Uma das alternativas é oferecer uma espécie de estágio para graduados em uma lista de faculdades.
Os alunos receberiam uma autorização provisória para trabalhar na rede pública por certo período.
Terminado o prazo, o profissional poderia continuar trabalhando no País, sem necessidade da realização do exame.
Uma recente reportagem do jornal O Estado de São Paulo mostrou que, depois da Bolívia e Cuba, a Argentina é o novo destino de estudantes que desejam cursar medicina mas não conseguem vaga em uma universidade pública no País.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password