Governador aprova projeto de Carlão e transforma Apta de Votuporanga em centro avançado da seringueira

Geraldo Alckmin assina resolução que transforma Apta de Votuporanga em centro de pesquisas em seringueira
O governador do Estado, Geraldo Alckmin, assina, nesta quarta-feira (dia 06/12) Resolução que transforma a Apta (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios) de Votuporanga em centro avançado da seringueira.
O projeto é do deputado estadual Carlão Pignatari, que apresentou todas as informações e a reivindicação à secretária estadual de Agricultura e Abastecimento, Mônika Bergamaschi.
O diretor da Apta, Rogério Soares de Freitas, o pesquisador científico Erivaldo Scaloppi Júnior, o presidente da comissão técnica da seringueira do Estado, Lúcio Martins, e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Diogo Mendes Vicentini, participam da cerimônia, em São Paulo.
De acordo com Carlão, a ideia de se instalar no Polo Regional do Noroeste Paulista um centro de excelência em seringueira deve-se ao fato de que a região é uma das maiores produtoras de seringueira do Brasil.
Para o deputado, como a região Noroeste Paulista desponta como grande produtora de seringueira, a instalação desse centro trará maior desenvolvimento e oferecerá tecnologias avançadas aos produtores, proporcionando um avanço muito grande para o Estado, principalmente na geração de novas fontes de renda.
Carlão argumenta que a Apta de Votuporanga já possui técnicos capacitados, considerados, inclusive, os melhores pesquisadores nessa cultura no País.
Acrescenta ainda que se deve levar em consideração que a seringueira é uma das plantas que mais sequestram o carbono da atmosfera por meio da fotossíntese no processo de constituição de seu tronco, galhos e folhas, mas principalmente na produção do látex, contribuindo significativamente com a neutralização dos Gases de Efeito Estufa (GEE’s).
Por sua vez, Scalopppi explica que o Estado de São Paulo possui mais de 50% dos seringais do Brasil e a maioria está localizada no noroeste paulista. “Nossa região é responsável por mais da metade de toda a produção nacional de borracha natural”. A unidade de Votuporanga possui atualmente mais de 600 clones sob experimentação e também administra uma das maiores coleções de clones de seringueira do Brasil.
Para Rogério de Freitas, a transformação da Apta de Votuporanga em centro avançado de pesquisas em seringueira vai ser muito importante para a região, pois vai ajudar a focar uma cultura rentável. “Além disso, gera empregos, porque toda plantação necessita de sangradores e pessoas capacitadas para o manejo da planta e do produto”, diz.
A heveicultura paulista possui aproximadamente 90 mil hectares de plantação, que geram cerca de 15 mil empregos no campo, além de postos nas indústrias — movimentação que resulta em ampliação de oportunidades para o setor privado e de arrecadação de impostos para a esfera pública.
“É um grande avanço que estamos conquistando para a região Noroeste Paulista, que vai beneficiar, não só Votuporanga, mas todas as cidades, pois passaremos a ter um centro de excelência em seringueira. A secretária Mônika e o governador Alckmin entenderam que nosso projeto traz muitos benefícios para o desenvolvimento dessa cultura”, disse o deputado Carlão Pignatari.
LEGENDA –  O deputado Carlão Pignatari em conversa com a secretária Mônika Bergamaschi

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password