Gol contra livra Fefecê de vexame ainda maior na estreia do time na Segundona

Hermínio Stroppa-Club do Esporte

No jogo de estreia o Fefecê empatou em 1 x 1 contra o Tanabi, neste domingo (5) no Estádio Claudio Rodante em Fernandópolis.

O jogo seguiu morno com claros aspectos da falta de entrosamento do time da casa. Mesmo assim o time da Águia dominou a posse de bola durante os 45 primeiros minutos.

Aos 20 minutos do primeiro tempo, num cruzamento na área do Tanabi, vindo de um petardo de Dodoô Zandona camisa nº 11 do Fefecê, o zagueiro Alan Abdala se atrapalhou na pequena área e de canela converteu o gol contra, abrindo o placar do jogo.

Com a vantagem o Fefecê apostou nas laterais para ganhar velocidade e partir para cima do adversário, porém o jogo duro do Tanabi conseguiu frear a maioria das oportunidades do Fêfa. O detalhe foi a marcação cerrada em cima de Rudimar e João Paulo, as estrelas do Fernandópolis.

A falta de entrosamento de ambas as equipes fez com que o jogo ficasse com muita marcação e pouca criação.

Com o inicio do segundo tempo, o Fernandópolis apostou nas substituições. Entrou Leandrão saiu Rodrigo Carioca. Seguindo o exemplo Tanabi também mudou: entrou Wellington saiu Robson.

O Tanabi começou a buscar mais o gol adversário, porém ainda sem perigo ao gol de Léo.

Num cruzamento na área do Tanabi, o autor do gol contra, o zagueiro Alan Abdala, acabou se machucando durante uma dividida de bola alta e caiu desmaiado em campo. A partida foi paralisada para a retirada do jogador e entrada da equipe medica e de uma ambulância. O jogador foi levado até a Santa Casa de Fernandópolis. Em seu lugar entrou Fortaleza.

Após uma breve paralisação o jogo foi retomado e o Fefecê começou a sentir os efeitos da pancadaria sofrida em campo. O time do Tanabi foi para o tudo ou nada, tentar buscar o empate fora de casa.

Com o jogo truncado, Wellington recebeu boa bola nas costas do zagueiro, tocou na frente e foi derrubado pelo goleiro Léo. Penalidade contra o time do Fernandópolis.

Pilo, lateral do Tanabi bateu no canto sem chances para o goleiro Léo. 1 X 1. Pilo fez as pazes com a torcida após a conversão. Pilo ficou famoso recentemente por bater um dos piores pênaltis, enquanto jogava para o América de Rio Preto, o famoso “pênalti para trás”. Desencantou.

Quem também desencantou nos minutos finais foi a torcida, que não poupou xingamentos ao novo técnico PC, pedindo a volta de Pinho e do jogador Itamar.

Ao final da partida, o Tanabi comemorou enquanto a equipe técnica do Fefecê tentava explicar como o adversário cresceu tanto no segundo tempo.

O próximo desafio do Fefecê em casa acontece no próximo dia 19 e o técnico PC prometeu mais entrosamento para a próxima partida.

O público compareceu em bom número no estádio Claudio Rodante:

Torcedores: 1.347
Renda R$ 6.936,00

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password