General Sydrião, chefe do Centro de Inteligência do Exército, morre de Covid-19 em Brasília

Militar participou de missão de apoio ao Líbano liderada pelo ex-presidente Michel Temer, em agosto. Ele estava internado no Hospital das Forças Armadas.

Morreu, nesta terça-feira (8), o chefe do Centro do Inteligência do Exército (CIE), general de brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira. Ele estava no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília/DF. Fontes do Ministério da Defesa confirmaram à reportagem que a causa da morte foi a Covid-19.

Natural de Fortaleza, no Ceará, ele foi nomeado para a chefia do CIE em julho de 2019. No mês passado, representou o Exército na delegação, liderada pelo ex-presidente Michel Temer, que foi ao Líbano e missão de apoio depois que uma explosão deixou quase 200 vítimas, mais de 6 mil feridos e cerca de 300 mil desabrigados.

Acionado pela reportagem, o Exército Brasileiro confirmou o óbito do militar e se limitou a dizer que “o corpo será cremado em cerimônia restrita aos familiares”.

O Batalhão de Polícia do Exército de Brasília publicou nota de pesar afirmando que o general deixa mulher e três filhos, e “um grande legado de amor, amizade, camaradagem e profissionalismo”.

Veja íntegra abaixo:

“O Batalhão de Polícia do Exército de Brasília, com muito pesar, lamenta informar o falecimento do General de Brigada CARLOS AUGUSTO FECURY SYDRIÃO FERREIRA, nosso ETERNO COMANDANTE, ocorrido na manhã do dia 08 de setembro de 2020, em Brasília.

Atualmente ele ocupava o cargo de Chefe do Centro de Inteligência do Exército e comandou o BPEB no período de 2011 a 2013.

Os integrantes do Batalhão Brasília prestam sua continência ao General SYDRIÃO e se solidarizam com os amigos e familiares deste oficial.

O Gen Sydrião deixa esposa e três filhos e um grande legado de amor, amizade, camaradagem e profissionalismo.

‘UMA VEZ PE, SEMPRE PE”’

FONTE: Informações | g1.globo.com

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password