Garota reage e entra em luta corporal com assaltantes

Uma jovem de 18 anos reagiu a um assalto na noite de terça-feira, dia 4, enquanto esperava um ônibus no bairro Vila Santa Cruz, em Rio Preto. Os ladrões, além de desistirem do roubo, ainda deixaram cair no local objetos que haviam sido roubados de outra vítima momentos antes.

A estudante I.P.S. aguardava um ônibus na esquina das ruas Prudente de Moraes e General Osório quando, por volta das 21h30, um casal em uma moto parou no local. A mulher, que estava na garupa, desceu do veículo e abordou a jovem, ordenando que ela lhe entregasse a bolsa que estava segurando. Enquanto isso, o comparsa dela ficou na moto, fazendo menção de estar armado.

A vítima, que mora em Engenheiro Schmitt, se recusou a entregar a bolsa e entrou em luta corporal com a assaltante, que o tempo todo apontou uma arma de brinquedo para a estudante. “Na hora eu nem vi que ela estava me apontando uma arma”, disse a vítima.

O condutor da moto também agarrou a vítima. Ele a puxou pelos cabelos enquanto sua comparsa tentava, sem sucesso, roubar a bolsa da estudante.

A jovem conta que reagiu ao assalto porque, dentro da bolsa, estavam seus materiais da faculdade e seus documentos. “Eu só pensei em me defender na hora”, relatou.

Enquanto lutava com a assaltante, a vítima gritava, o que chamou atenção de populares que passavam pelo local e a ajudaram a se desvencilhar dos criminosos, que desistiram do assalto e acabaram fugindo.

Antes, porém, os assaltantes deixaram cair uma sacola com documentos e exames médicos, que havia sido roubada de uma mulher de 58 anos na avenida Domingos Falavina, por volta das 20h.

O capitão Rafael Henrique Helena, da Polícia Militar, disse que mesmo sabendo que este caso terminou de forma positiva, a polícia aconselha as pessoas para que nunca reajam a assaltos. “São inúmeros os casos em que as vítimas (ou mesmo testemunhas) acabam por reagir e culminam em lesões e até mesmo mortes. Lembramos que tudo o que pode ser subtraído da vítima num roubo, por mais valioso que seja, esse bem não se compara à vida ou à integridade física da pessoa”, ressaltou.

O outro assalto

A aposentada N.N.I. estava na Central de Flagrantes relatando à polícia que havia sido vítima de um assalto. Segundo boletim de ocorrência, um casal em uma moto abordou a aposentada e, ameaçando-a com uma arma, roubou uma bolsa com documentos, exames médicos e R$ 116 em dinheiro.

Apenas os exames médicos foram recuperados. O caso foi registrado como roubo e será investigado pelo 4º Distrito Policial.

Colaborou Gabriel Vital

Créditos da matéria: Diario da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password