Gaeco denuncia 17 acusados de tráfico em Votuporanga e região

O Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) denunciou à Justiça 17 pessoas por tráfico e associação ao tráfico.

 

O grupo é acusado trazer maconha e cocaína do Paraguai e comercializar o entorpecente em bocas de fumo de Rio Preto, José Bonifácio e Votuporanga. Parte da droga foi trocada no país vizinho por carros financiados fraudulentamente.

O esquema também envolvia a compra e venda clandestina de armamento pesado em Rio Preto, como fuzis calibre 7.62, utilizados pelo Exército brasileiro. A maior parte da quadrilha foi presa temporariamente em setembro deste ano, quando o Gaeco deflagrou a operação batizada de Rota Caipira, alusão ao fato de que o interior paulista serve de corredor de drogas vindas do Mato Grosso para a Capital.

Entre os denunciados por associação ao tráfico estão José dos Santos Batista, o Mineiro, 37 anos, que liderava o tráfico em José Bonifácio e foi preso em flagrante há um ano na cidade com 39 porções de maconha. Com o traficante atrás das grades, quem assumiu a dianteira do negócio foi o seu braço-direito, Raul José Filho, o Zé, 41 anos, também denunciado por tráfico e associação.

O grupo adquiria cocaína e maconha de Osmar de Araújo Lima, um ex-cabo do Exército morador de Ponta Porã (MS), cidade vizinha de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O Gaeco e a PM conseguiram apreender um desses carregamentos. A caminhonete que Gustavo Firmino da Silva, o Alemão, 30 anos, conduzia foi interceptada próximo a José Bonifácio no dia 16 de novembro. Escondida na carga de pneus, havia 96 quilos de maconha, além de remédios de uso proibido no Brasil. Lima e Alemão também foram denunciados por associação.

Votuporanga

Um morador de Votuporanga foi uma pessoas presas durante a operação “Rota Caipira” no mês de setembro, ele pode ser uma das outras pessoas indiciadas e denunciadas à Justiça esta semana.

Leonardo João Canhasso é considerado um dos chefes da quadrilha na região de Votuporanga. Ele é morador do bairro Estação e tem uma chácara na zona rural. Na chácara foram encontradas munições de revólver, além de anotações, computadores e documentos. (Com informações do portal diarioweb.com.br).

 

Crédito: Divulgação

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password