Fórum de Fernandópolis expõe obras de artistas locais

A exposição “Cores e Formas”, do projeto Arte e Cultura no TJ, traz obras de artistas plásticos de Fernandópolis

O Projeto Arte e Cultura no TJ, do Tribunal de Justiça de São Paulo, dá continuidade essa semana às suas ações no Fórum de Fernandópolis. Dessa vez, o evento reúne aristas locais na exposição de artes plásticas “Cores e Formas” até o dia 19 de dezembro. Artistas como Dagmar de Souza, Lucas Corte, Flávio Takai e Onivaldo O verde terão suas obras expostas no saguão do fórum.

 

As ações culturais estão ocorrendo desde setembro, quando as atividades foram iniciadas. Na última sexta-feira de cada mês, no horário do almoço, quem trabalha ou frequenta o Judiciário pode deixar de lado a formalidade, característica da área do Direito, para dar espaço à descontração, cultura e boa música.

Em setembro, quem deu início ao projeto na cidade foi o grupo musical “Os Sonhadores”, fundado em 2001 para ajudar crianças da comunidade. O nome do grupo é o mesmo do instituto, que têm como objetivo manter seus participantes longe das drogas e da criminalidade. Atualmente, ele conta com 130 participantes, 70 violões, 40 violinos, 5 teclados e uma bateria, que são emprestados aos alunos para praticarem em suas casas.

No mês de outubro, sob o comando do maestro Luís Fernando Paina, a Orquestra de Sopros (Osfer) encantou os visitantes que passaram pelo local.

A Osfer utiliza a música como instrumento de educação e transformação de crianças em situação de risco. Durante uma hora e meia, cerca de cinquenta servidores, magistrados e advogados acompanharam a apresentação de canções nacionais e internacionais e de Música Popular Brasileira.

Já no mês passado, a apresentação ficou por conta dos trinta músicos que compõem a Orquestra Jedutum. Acompanhados pelo maestro Márcio Roberto Finessi da Silva, eles tocaram por uma hora e encantaram o público formado por magistrados, vereadores, promotores, advogados, servidores e jurisdicionados, assim como os familiares dos jovens.

O grupo utiliza a música como forma de inclusão social e oferece aulas aos jovens graças ao apoio de pessoas preocupadas com a juventude da cidade.

Projeto

O projeto Arte e Cultura no TJ é uma promoção do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo que tem por objetivo valorizar os servidores do Tribunal de Justiça de São Paulo por meio de eventos culturais, aproximar os públicos interno e externo, além de transformar o espaço em um ambiente agradável para melhorar a qualidade de vida de todos.

O evento é mensal e promoverá shows gratuitos de música, saraus, leituras de textos e outros eventos relacionados à cultura brasileira.

Caroline Sorechio
caroline.sorechio@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password