Forças de segurança de Maduro lançam gás lacrimogêneo contra marcha liderada por Guaidó

Os disparos foram feitos no momento em que Juan Guaidó tentava dialogar com os policiais para permitir que a marcha prosseguisse.

Forças de segurança lançaram bombas de gás lacrimogêneo para dispersar uma marcha liderada pelo presidente autoproclamado da Venezuela, Juan Guaidó, nesta terça-feira (10).

Os agentes que tentaram dispersar a multidão são da tropa de choque do governo de Nicolás Maduro. Havia milhares de participantes na manifestação.

Os disparos foram feitos no momento em que Guaidó tentava dialogar com os policiais para permitir que a marcha prosseguisse.

A marcha foi convocada em várias cidades da Venezuela.

Desde cedo, as pessoas se dirigiram a uma praça na região leste de Caracas para marcar cerca de 6 quilômetros com destino ao Palácio Federal Legislativo.

A única instância de poder na mão da oposição é a Assembleia Nacional – Guaidó é o presidente da Casa e, por isso, reivindica a presidência do próprio país, com o argumento de que a eleição de Nicolás Maduro não foi legítima.

Os apoiadores do governo se concentraram no centro de Caracas para uma “contramarcha em defesa da soberania nacional”.

FONTE: Informações | g1.globo.com

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password