Fogo destrói área igual a 3.400 campos de futebol

A baixa umidade relativa do ar, que chegou aos incríveis 9% no último domingo, aliada a temperaturas altas, de até 38 graus, nos últimos meses, fizeram literalmente a terra arder em chamas em Votuporanga e região.
As queimadas destruíram áreas gigantescas de canaviais, pastagens e matas nativas, é o que aponta um balanço de atividades da Polícia Militar Ambiental.
Segundo os números registrados pela polícia, que realiza a fiscalização sobre queimadas em nove cidades na região de Votuporanga, até o dia 17 de setembro, ou seja, a última quarta-feira, foram atingidos pelo fogo um total de 3.448,76 hectares (ha), o que corresponde a impressionantes 3.400 campos de futebol.
Os números revelam uma situação bastante preocupante para o meio ambiente da nossa região. Foram consumidos pelas chamas 33,41 hectares de APP, que são as áreas de preservação permanente, sendo 15,39 hectares de mata nativa e 17 de vegetação exótica.
A APP é, segundo o Novo Código Florestal Brasileiro, área protegida, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade. A APP tem vital importância de facilitar o fluxo gênico de fauna e flora.
As queimadas também afetam a economia do homem do campo. Na região que cada vez mais é rodeada por plantações de cana de açúcar, 3.100 hectares de canaviais foram queimados. Grandes áreas de pastagem de gado também foram incineradas, 262 hectares no total, além de 53 de vegetação nativa.
Ainda segundo o balanço, foram vistoriadas 147 propriedades rurais, e aplicados impressionantes R$3.751.705 em multas.

Fogo por toda parte
Com a chuva que chegou na região na última terça-feira, a expectativa é que as queimadas diminuam e que a situação, que esteve bastante crítica, deve se amenizar. Nos últimos dias, a equipe de reportagem do A Cidade monitorou existência de incêndio em várias cidades da região.
O último grande foco aconteceu em Cosmorama, na última sexta-feira (19).
O incêndio atingiu uma grande área na zona rural e, graças à ação de bombeiros de Tanabi, não destruiu residências. No último dia 10, o fogo que teve início em uma máquina de uma usina destruiu 300 alqueires ao lado da estrada vicinal Izidoro Parizi, no município de Parisi. Já na última quarta-feira (17), dois alqueires, incluindo grande área de mata nativa, foram destruídos ao lado da estrada que liga ao bairro rural do Coqueiral, em Votuporanga.
Jociano Garofolo/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password