Fliv continua com cursos e atividades para as crianças

Da Redação

 

A cidade de Votuporanga celebra o centenário do poeta Vinicius de Moraes promovendo o intercâmbio de ideias entre leitores e escritores da atualidade por meio da terceira edição do Fliv (Festival Literário de Votuporanga). O evento, considerado o maior do gênero no noroeste paulista, segue nesta terça-feira (7 de maio) com atividades e atrações para toda a família. O Festival termina na sexta-feira (10 de maio).

 

 

Hoje, tem início um dos dois cursos que a organização do Fliv oferece para professores de ensino infantil e fundamental. As capacitações serão ministradas pelo professor doutor Geraldo Peçanha de Almeida, que já atuou em diferentes sistemas de ensino pedagógico do país.

O primeiro curso, que será feto nesta terça e quarta-feira, das 18h30 às 22h30, no auditório da Câmara Municipal, tem como tema “Dificuldades de Aprendizagem no Ensino Fundamental”. Já na quinta e sexta-feira, o tema do curso será “Práticas Educativa na Educação Infantil”.

 

 

Autor de mais de 40 livros sobre diferentes segmentos da prática pedagógica, Almeida já trabalhou no grupo Positivo e fez consultoria para as redes Pitágoras, Opet e Dom Bosco. Implantou, em 2010, programa de leitura e escrita em Moçambique, na África.

 

 

Desde o início do Fliv, no dia 30 de abril, o público de Votuporanga e região trocou ideias e refletiu sobre a arte da literatura e a obra de Vinicius de Moraes com nomes como Paulo Lins, autor do livro “Cidade de Deus”; Marcelino Freire e Sergio Vaz, que deram e dão voz à literatura da periferia; e os poetas Antonio Cicero e Francisco Bosco.

 

Além disso, um pouco do legado musical do “poetinha” foi apresentado no show de abertura do evento, com o cantor Toquinho. O repertório foi focado nas parcerias de sucesso entre Vinicius e Toquinho, tendo ainda a participação da cantora Tiê. A curadoria das rodas de conversas é do Clube de Autores, principal plataforma de autopublicação da América Latina.

 

Pavilhão do Fliv

 

O Fliv 2013 começou a receber nesta semana as caravanas das escolas de ensino fundamental da região. A expectativa da organização é de que aproximadamente 80 escolas visitem o festival literário neste ano, tanto da rede municipal como de Festival, uma das atrações são as sessões de contação e cantação de histórias, realizadas pelos artistas Jussara Beloni, Álvaro Rovarez, Kleber Novaes e Aline Alencar. Contações de histórias também são realizadas no espaço do Senac, que ainda promove troca de livros e gibis usados e venda de títulos da Editorna Senac com preços especiais.

 

 

Outra opção para as crianças é a Brinquedoteca Móvel Bibi Fom Fom, que estará à disposição do público das 19h às 22h.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password