FLIV apoia campanha do Hospital do Câncer de Barretos

Além de incentivar a leitura, a 5ª edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2015 está contribuindo com campanha promovida em todo o país pelo Hospital de Câncer de Barretos. No espaço “Feirinha FLIV”, o grupo “Pé na Estrada” comercializará nesta sexta-feira (14/8) e sábado (15/8), kits da 4ª caminhada nacional “Passos que Salvam”.

O evento será promovido no dia 22 de novembro e acontece pela primeira vez em Votuporanga. Para caminhar e ajudar na divulgação do diagnóstico precoce do câncer em crianças e adolescentes, a população pode comprar o kit que é composto por camiseta, cadarço, squeeze e boné, por R$30. Todo o dinheiro arrecadado será destinado ao Hospital de Câncer Infanto-juvenil de Barretos.

Caminhada “Passos que Salvam”

Milhares de brasileiros participarão no dia 22 de novembro da 4ª caminhada “Passos que Salvam”, que acontecerá simultaneamente em diversas cidades do país. Em Votuporanga, o grupo sairá da Concha Acústica e percorrerá 5 km. A caminhada tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre o diagnóstico precoce de câncer infanto-juvenil.

No dia do evento, representantes do Hospital do Câncer de Barretos estarão na cidade para solucionar as dúvidas da população, quanto à doença.  Por aderir ao movimento, Votuporanga terá um médico capacitado em Barretos para atender crianças e adolescentes da região, que apresentem os sintomas do câncer.

O movimento, no município, é coordenado pelo grupo “Pé na Estrada”, formado em 2008 por Votuporanguenses que mensalmente saem pela região para ter contato com a natureza. “Fomos convidados pelo Hospital e estamos felizes em contribuir com a ação. Sabemos que a população também irá nos ajudar nessa luta em levar a informação, para que mais crianças e adolescentes iniciem o tratamento mais cedo, o que é muito importante”, finalizou Olga Margarida Pereira, membro da equipe.


Mosaico na Estrada traz espetáculo sobre Tarsila do Amaral

A pintora modernista Tarsila do Amaral terá a sua vida representada na 5ª edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2015. O evento multicultural teve início no último dia 7 de agosto e segue até este sábado com atividades focadas no público infanto-juvenil buscando a formação de leitores e incentivo à leitura. Nesta sexta-feira (14/8), às 20h30, o espetáculo contará a infância da pintora no palco da Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”, com entrada aberta a todos.

Em “Vila Tarsila”, a coreógrafa Miriam Druwe, da Companhia Druw, e a diretora teatral Cristiane Paoli Quito jogam luzes nas memórias de infância da artista, como a educação francesa e as brincadeiras na fazenda da família em Capivari, no interior paulista. Os figurinos dos atores e as imagens projetadas no palco de quadros pintados por Tarsila, como Abaporu e Sol Poente, transportam o público para o seu universo artístico. Tarsila, que morreu aos 86 anos, fez mais de 270 quadros entre os finalizados, inacabados e os dos últimos anos.

A encenação é feita pelo projeto Mosaico na Estrada realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de São Paulo – Sescoop/SP com o apoio de três cooperativas – Coacavo (Cooperativa de Agronegócio e Armazenagem de Votuporanga), Sicoob Credlíder (Cooperativa de Crédito) e Coopevo Dinâmica (Cooperativa Regional de Ensino de Votuporanga) e da Secretaria de Cultura e Turismo da cidade. O Sescoop/SP surgiu em 1999 com o objetivo de contribuir para a revitalização das cooperativas paulistas, funcionando como um grande aliado cultural, econômico e social.

O Mosaico na Estrada conta atualmente com a parceria de cerca de 140 cooperativas. Seu planejamento e execução envolvem as cooperativas em ações sociais, levando cultura de qualidade às populações de diversas regiões do estado de São Paulo. Essas ações são revertidas em atos solidários, pois os ingressos são trocados por itens de alimentação ou higiene pessoal doados para as instituições das cidades que sediam os eventos.

O projeto registrou até o ano passado 505 ações em diversas linguagens artísticas – teatro, música, cinema e artes plásticas – em 101 cidades, com um público de 400 mil pessoas. A programação de espetáculos e oficinas criativas é realizada em diversos locais: cooperativas, escolas, paróquias, teatros, estacionamentos, parques e praças.


Monólogo sobre cartas de Drummond será encenado nesta 6ª

As emoções nas linhas e entrelinhas das correspondências trocadas durante 50 anos entre Carlos Drummond de Andrade e sua filha, a cronista e escritora Maria Julieta Drummond de Andrade serão apresentadas nesta sexta-feira (14/8), no Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2015. O monólogo com Sura Berditchevsky foi uma das atrações da Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), a maior do país, e será encenado por duas vezes no Galpão FLIV , às 8h30 e às 13h30. A classificação indicativa é de 14 anos.

A peça

O espetáculo solo da atriz, diretora e dramaturga Sura Berditchevsky revela correspondências trocadas entre Drummond e sua filha, Maria Julieta. Para matar a saudade da filha, que morou em Minas Gerais e na Argentina, Drummond, do Rio de Janeiro, escreveu diversas cartas que expressavam carinho, delicadeza e bom-humor.

A peça revela que os dois mantiveram uma profunda cumplicidade, expressa por meio das correspondências trocadas desde que Maria Julieta tinha cinco anos de cidade. As cartas também contribuíram para que Maria Julieta se aproximasse cada vez mais do estilo de escrita do pai, mergulhando no mundo da literatura. Sura Berditchevsky é conhecida nacionalmente por sua atuação em grandes novelas da Rede Globo, entre elas Dancing Days, Selva de Pedra, Senhora do Destino e outras.


Projeto de incentivo à leitura distribui livros gratuitamente no FLIV

Quem passa pelo Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2015 pode levar para casa exemplares adaptados das obras “O Alienista”, de Machado de Assis e “A Pata da Gazela”, de José de Alencar. Mais de 30 mil livros estão sendo distribuídos gratuitamente no Galpão FLIV e fazem parte de um projeto de incentivo à leitura, liderado pela escritora Patrícia Engel Secco, com apoio do Instituto Brasil Leitor e do Senac Votuporanga e realização do Ministério da Cultura.

Autora de dezenas de títulos infantis, Patrícia viabilizou a adaptação dos textos de Machado de Assis e José de Alencar para uma linguagem facilitada, a fim tornar as obras mais acessíveis ao público iniciante no universo literário. A escritora defende que é preciso introduzir o hábito da leitura não só entre os mais jovens, mas também apresentá-lo ao público adulto que não teve a oportunidade de cultivá-lo: “a ideia é fazer com que a literatura entre na casa das pessoas, principalmente daquelas que não tiveram acesso aos livros durante sua vida escolar”.

Patrícia conta que os livros distribuídos “foram desenvolvidos pensando, principalmente, naqueles leitores fora do sistema escolar”, com objetivo de que “a literatura se espalhe por todos os lugares”. A autora destaca também a importância do festival votuporanguense nessa missão: “O que o FLIV faz, desde o seu começo, é mostrar que a literatura é um mundo maravilhoso, um mundo de descobertas”.

A cidade de Votuporanga recebeu um total de 200 mil exemplares para distribuição, dos quais 30 mil foram destinados ao FLIV e estão disponíveis gratuitamente no local do evento; o restante será entregue à população em outras oportunidades. Professores que desejarem obter mais volumes para suas escolas devem procurar os monitores do festival para fazer a retirada.

FLIV

A 5ª edição do Festival Literário de Votuporanga (FLIV), evento multicultural que reúne em nove dias diversas atividades ligadas à literatura, segue até este sábado (15/8). Em quatro edições, registrou um público de mais de 160 mil pessoas. Saiba mais em www.flivotuporanga.com.br ou no facebook.com.br/flivotuporanga

RESUMO DA PROGRAMAÇÃO DOS ÚLTIMOS DOIS DIAS DE FLIV

SEXTA-FEIRA

8h às 10h | 14h às 16h – Brinquedoteca móvel Bibi Fom Fom ; 8h, 9h30, 15h Cine Fliv – contação de histórias com Alvaro Rovares;  8h30 e 13h30 Galpão Fliv – Espetáculo “Cartas de Maria Julieta e Carlos Drummond de Andrade” com a atriz Sura Berditchevsky (São Paulo – SP);  19h às 22h Feirinha Fliv – Feira de Troca de Livros do Senac; 19h30 Galpão Fliv, Oficina de instrumentos e musicalização com Jussara Belloni; 20h30 Concha Acústica – Espetáculo Vila Tarsila, do projeto Mosaico na Estrada.
SÁBADO
9h às 22h Feirinha Fliv – Feira de Troca de Livros do Senac; 9h e 11h Galpão Fliv – Contação de histórias com Alvaro Rovares; 10h Galpão Fliv – apresentação cultural Semana do Bebê; 14h30 Galpão Fliv – Oficina de instrumentos e musicalização com Jussara Belloni;  15h30 Feirinha Fliv – JAM Danças Urbanas com Ticko Bboy Brasil, Marcelo Biorki e DJ Bocka; 17h30 Galpão Fliv – 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password