Flagrantes de tráfico de drogas aumentaram 54% em 2013

Casos passaram de 97 em 2012 para 150; roubo de veículo também apresentou crescimento, enquanto houve queda nos registros de homicídio doloso

 

O tráfico de drogas cresceu 54,6% na comparação entre 2013 e o ano anterior, em Votuporanga. Se em 2012 foram no total 97 flagrantes por tráfico de entorpecentes, no passado o número foi de 150. A estatística criminal foi divulgada ontem pela SSP (Secretaria de Segurança Pública) do estado de São Paulo através de seu site.

 

Outros tipos de ocorrências também apresentaram aumento nos números da Secretaria. Os homicídios culposos por acidente de trânsito subiram de 19 em 2012 para 21 no ano passado, totalizando um crescimento de 10,5%. Homicídios culposos também tiveram crescimento, subindo de três casos para cinco no ano passado (66,7%).

 

Os roubos também apresentaram maior quantidade de registros em 2013 em relação ao ano anterior no município. Em 2012 foram calculados 80 casos, enquanto que no ano passado os números subiram para 85, totalizando um aumento de 6,5%.

 

Já os roubos a veículo dobraram, passando de apenas cinco nos 12 meses de 2012 para 10 em 2013. Os furtos a veículos cresceram também na comparação, passando de 80 há dois atrás para 103 em 2013, ou seja, 28,75%.

 

Queda

Apesar do crescimento de flagrantes de tráfico de entorpecentes, roubos e furtos a veículos, outros tipos de crimes apresentaram diminuição nos dados da SSP, como nos casos de homicídio doloso, que passaram de 12 para oito no ano passado (33,3%). O número de vítimas também diminuiu, passando de 12 pessoas para nove.

 

Ainda de acordo com as estatísticas da SSP, os casos de lesão corporal dolosa (de 630 para 580), lesão corporal culposa por acidente de trânsito (1.182 para 1.174), lesão corporal culposa (109 para 86), estupro (33 para 29) e furtos (de 1.449 para 1219) sofreram queda em 2013 em relação ao ano anterior. Já o crime de latrocínio (roubo seguido de morte) no qual houve um registro no ano de 2012 em Votuporanga, zerou ano passado.

 

Estável apenas foi o número de tentativas de homicídio, que de acordo com os dados foram no ano passado 13 casos, a mesma quantidade registrada em 2102. Ficaram sem registro nos dois anos analisados pela Secretaria os crimes de homicídio doloso por acidente de trânsito, roubo a banco e roubo de carga.

 

Estado

O número de vítimas de latrocínio atingiu em 2013 o maior índice em nove anos no estado de São Paulo, enquanto que o número de casos de homicídio caiu 8,2% em 2013, em comparação com o ano passado.

 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, foram 385 mortes por latrocínio registradas no ano passado, inferior apenas ao número de vítimas de 2004, quando foram registradas 390 mortes. Na comparação com 2012, quando tiveram 352 vítimas, as mortes por latrocínio subiram 9,38%.

Em relação aos homicídios, foram 4.439 casos ante 4.836 em 2012. O número de furtos no geral permaneceu praticamente estável na comparação anual, com uma redução de 0,4%, de 545,3 mil casos em 2012 para 542,8 mil no ano passado.

Os dados mostram ainda alta de 8% no número de roubos em geral em todo o Estado. Os casos subiram de 237.915 ocorrências em 2012 para 257.054 no ano passado, o maior índice desde 1999, início da série histórica das estatísticas da Secretaria da Segurança Pública. Da mesma forma, o número de furto e roubo de veículos saltou 10,14%, de 195.685 casos em 2012 para 215.525 em 2013, o maior índice desde 2001.

CRED: André Nonato/O Jornal

 

LEG: Tráfico de drogas apresentou crescimento de 54,6% em 2013 em comparação ao ano anterior

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password