Fim trágico: polícia localiza corpo de Érica Guilherme em córrego de Cardoso e homem confessa assassinato

Um fim trágico envolvendo o caso do desaparecimento de Érica Diogo de Oliveira – esposa de um empresário  do ramo de joalheria de Votuporanga.

A Polícia localizou por volta das 17 horas deste sábado, o corpo da mulher que estava desaparecido desde o início da noite de quinta-feira.

Érica, esposa de Alexandre Guilherme, proprietário de uma joalheria na cidade, desapareceu após fazer compras em um supermercado da cidade. Ela foi abordada por um homem que a obrigou a entrar em seu veículo, um Palio, e dirigiu sentido Fernandópolis.

Após intensa investigação policial que envolveu agentes da Polícia Civil e militar, em buscas por toda a região, o acusado foi localizado por volta das 17h30, deste sábado, em uma residência na cidade de Cardoso.

O desempregado Wilson Aparecido Rodrigues, 49 anos, foi preso, confessou ter assassinado brutalmente a vítima, golpeando-a três vezes, e em seguida, arremessou o seu corpo de um altura de oito metros na ponte do rio Tomaizinho, SP 322 – que liga Cardoso a Riolândia.

Neste momento, o acusado presta depoimento na Delegacia de Cardoso, de onde será autuado em flagrante por homicídio e ocultação do cadáver. Em seguida, será transferido para a Cadeia Pública de Votuporanga e, posteriormente para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Rio Preto.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password