Festival de Talentos no Cras

Evento contará com apresentações artísticas de crianças, jovens e adultos atendidos pelo Cras Sul e terá participação da Companhia de Teatro Entre Aspas de Votuporanga

A Secretaria de Assistência Social de Votuporanga, através do Cras Sul (Centro de Referência de Assistência Social), realiza hoje e amanhã, dias 24 e 25 de setembro, o VI Festival de Talentos. O evento é direcionado as famílias atendidas ou acompanhadas pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF) que residem nos bairros atendidos pela unidade: Estação, Parque Guarani e São João.
O Festival tem como objetivo incentivar a boa música, aprimorar a cultura entre as crianças, revelar jovens talentos, valorizar os artistas promissores, promovendo assim oportunidades e desenvolvimento da cidadania.
As inscrições podem ser realizadas no próprio Cras, que fica na rua Doutor Antonio Alves da Silveira, 2984, no bairro São João até amanhã. Os interessados poderão se candidatar para qualquer tipo de apresentação artística ou cultural: dança, teatro, música, poesia, entre outras apresentações.
A programação acontece em dois dias. Nesta quarta-feira às 19h30 haverá apresentação da Cia “Entre Aspas” de Votuporanga com o espetáculo “O Circo”. Amanhã, quinta-feira, às 14h os inscritos poderão participar da oficina “Palhaçaria” e às 19h30 acontece o festival de talentos, onde crianças, jovens e adultos atendidos pela unidade irão se apresentar.

Cras
O Centro de Referência de Assistência Social é uma unidade da Secretaria Municipal de Assistência Social que realiza trabalho social com famílias em situação de vulnerabilidade social, cujo objetivo central é o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários.
A atuação socioassistencial reconhece o território onde as famílias vivem como sendo um espaço de potencialidades para a superação das situações de vulnerabilidade social, por isso, que o Cras está localizado próximo à moradia das famílias atendidas.
Os serviços são destinados à população que se encontra em situações de pobreza, fragilização de vínculos familiares (discriminações etárias, por deficiência, dentre outras). Entre as ações estão: orientações, visita domiciliares, encaminhamentos e inclusões para programa, serviços da assistência social, entre outros.

Caroline Sorechio
caroline.sorechio@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password