Festa open bar é cancelada após denúncia na cidade

A realização de uma festa open bar, que aconteceria ontem a noite na cidade,  movimentou a Polícia Militar, Conselho Tutelar e fiscais da Prefeitura. O evento seria realizado em uma chácara nas proximidades do Banespinha.

O que tornou-se público para as autoridades locais, uma vez que o evento estava sendo comentado por muitos jovens nas redes sociais, é que a festa teria somente bebida alcoólica, o que não é permitido em Votuporanga desde 2010. Para que haja este tipo de festa (no qual a pessoa paga no valor do ingresso pelo consumo livre de bebida), é necessário que a organização ofereça comida, serviço de garçons, e que estipule horário para início e término, entre outras exigências.

Conforme informações apuradas pela reportagem, a intenção era fazer uma festa para reunir jovens universitários para o livre consumo de bebida. O valor do ingresso seria o de R$ 20; na entrada do evento, subiria para R$ 35.

A reportagem acompanhou no início da noite de ontem a procura da PM, Conselho Tutelar e fiscais para abordarem os integrantes da festa.

 

Alvará

Na Prefeitura, os organizadores do evento não teriam entrado com o pedido para a realização da festa (alvará). Porém, entre as conversas nas redes sociais das pessoas que teriam a intenção de participar, muitas “estratégias” foram sugeridas para driblar a PM, entre elas, informar que o evento seria para comemorar o aniversário de um amigo.

 

Ministério Público

A reportagem entrou em contato com o promotor José Vieira da Costa Neto no início da tarde de ontem, para questionar se o Ministério Público estaria ciente do evento que seria realizado. Neto respondeu que não tinha conhecimento e que por estar próximo ao evento, não teria como intervir na ação. Entretanto, posteriormente, as pessoas envolvidas na organização da cobrança do ingresso, poderiam ser acionadas a prestarem esclarecimentos para as respectivas autoridades judiciárias.

 

Pedido de desculpas

Um dos organizadores da festa postou no início da tarde de ontem, em seu perfil do Facebook. “Não haverá mais a Festa dos Bixos de Arquitetura. O evento foi denunciado e recebemos várias informações de polícia no local. Nossos bixos são, em grande parte, menores de idade, então acabaria barrando a entrada deles na própria festa! A festa teve uma grande repercussão e, por isso, o tumulto. O dinheiro vai ser devolvido. Espero que compreendam. Amo vocês”.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password