Fernandópolis registra o primeiro caso de morte por gripe suína

Rádio Arena FM

Até o mês de junho Fernandópolis registrou cerca de oito casos de gripe suína.A primeira morte foi registrada na última quinta-feira(27), após a confirmação de exames.

A vítima foi o Jonir Scarpa, 48, morador da Cohab Antonio Brandini de Fernandópolis. Ele trabalhava na cidade de Estrela d’Oeste, no Frigoestrela.

Jonir começou a passar mal na última quinta-feira (20/06) com tosse e falta de ar, ele foi ao médico e fez exames, mas voltou para casa. No final de semana ele continuou ruim, ao retornar ao médico na segunda-feira (24/06) ele foi internado as pressas no Hospital das Clínicas.

No dia seguinte, seu quadro permaneceu grave e levaram para a Santa Casa, onde foi encaminhado diretamente para a UTI e ao receber sedação ele faleceu. Os exames feitos só saíram ontem, e confirmou o caso de morte de gripe suína.

A Secretaria Municipal da Saúde confirmou o primeiro caso na história de Fernandópolis, da morte de gripe suína.

A maioria dos casos do vírus da gripe H1N1, no Brasil, se concentra no estado de São Paulo. Do dia 05 de janeiro até o dia 05 de junho, foram confirmadas 168 mortes de pessoas devido à gripe suína.

A população está em alerta em todo o Brasil, pois no inverno o vírus se espalha com mais facilidade, devido a aglomeração das pessoas.

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. E requer cuidados especiais as pessoas que apresentam febre alta acima de 38 ou 39 graus.

Outro sintoma visível é a dor muscular, de cabeça, de garganta, nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e inapetência. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia.

Para evitar a proliferação do vírus é necessário tomar alguns cuidados e hábitos higiênicos, veja as dicas:

– lave as mãos frequentemente com sabão e água, especialmente depois de tossir ou espirrar, se isso acontecer também é preciso cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável;

– evite locais com aglomeração de pessoas;

– evite o contato direto com pessoas doentes;

– não compartilhe alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal. Evite tocar olhos, nariz ou boca;

– em caso de adoecimento, procure assistência médica e informe história de contato com doentes e roteiro de viagens recentes;

– não use medicamentos sem orientação médica.

Em algumas cidades do país já foram decretados situações de emergência por causa da gripe suína, como Uberaba, e o estado de Paraná.

Ficar atento aos sintomas é importante e tomar os cuidados necessários é essencial para que o vírus não se espalhe ainda mais.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password