Família procura por jovem desaparecido desde sexta-feira

Está desaparecido desde a última sexta-feira o entregador Ítalo Fernando Santos Divino, 27 anos. O rapaz almoçou na casa dos pais, no bairro Palmeiras, e retornou de motocicleta para a loja de consertos de máquinas de costura, porém não chegou ao emprego.

De acordo com Marta Brito dos Santos Divino, mãe de Ítalo, o rapaz não costuma desaparecer por tantos dias, além de não apresentar problemas de saúde. Na segunda-feira a família recebeu uma mensagem por celular do desaparecido, em que ele informava que se encontrava na cidade de Cardoso e já estaria retornando para Votuporanga.

“Assim que recebemos a mensagem, meu marido ligou no celular e ele mesmo atendeu, confirmando que estava vindo para casa. Ficamos esperando, mas como demorava muito, ligamos novamente, mas ele não atendeu. Até que minha filha ligou e ele disse que estava em um posto de combustível para esperar que a chuva passasse. Mas ele estava muito alterado e nervoso”, explicou.

Depois disso, tudo “voltou a estaca zero”. Segundo Marta, os telefonemas para o celular de Ítalo agora tocam até cair. Já as mensagens dão como recebidas, mas não há resposta. “Até escrevi uma mensagem para ele como mãe para ver se conseguia tocar o coração dele, mas até o momento não tivemos retorno”, acrescentou.

O pai de Ítalo e amigos foram até Cardoso ontem para buscar informações do rapaz. “Eles andaram por lá nos bares e em vários locais com a fotografia dele, mas ninguém viu o meu filho por lá”, disse Marta. Já a irmã do desaparecido foi ontem até a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Votuporanga para conversar com o delegado titular da especializada, Márcio Nobuyoshi Nosse.

A família está muito preocupada com o desaparecimento do rapaz, que é casado e há cerca de um mês se tornou pai pela primeira vez. “Não sabemos o que está acontecendo, estamos muito agoniados com isso”, completou Marta.

Ao sair para o trabalho o auxiliar vestia calça jeans, camisa pólo alaranjada e botina. Ele conduzia uma motocicleta Honda de cor vermelha. Informações podem ser deixadas nos telefones 190 ou 197 ou em qualquer unidade policial, além dos telefones (17) 3405-1100 e (17) 99195-6367. André Nonato – O Jornal

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password