Família inteira é internada em UTI após consumir mortadela

Quatro pessoas de uma mesma família, duas crianças e dois adultos moradores do sítio São Pedro, localizado no Bairro do Louro, município de Nova Canaã Paulista, estão internadas na Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa de Santa Fé do Sul após consumirem mortadela na tarde de sábado.
A suspeita e de que todos contraíram botulismo, uma intoxicação alimentar que pode levar o paciente a morte, tendo em vista que segundo o médico Dr. José Maria a toxina botulínica provoca a paralisia progressiva dos órgãos. De acordo com familiares das vítimas, o casal e os dois filhos comeram mortadela no jantar ontem e logo após todos tiveram mal estar geral, com vômitos, diarreia e até paralisação de órgãos vitais, sendo socorridos e encaminhados ao pronto socorro de Santa Fé do Sul.
As quatro vítimas deram entrada na Santa Casa na noite de ontem em estado grave, Benedito José dos Santos, 38, Elisete Aparecida Garcia, 30, J.B.P.G., 12 e C.J.G.P., 9, foram atendidas pelos Drs. Fred e José Maria e necessitou serem internados na UTI, unidade onde as duas crianças ainda permanecem.
Na manhã deste domingo por volta das 11h00, considerando a evolução negativa dos pacientes a medicação utilizada, os médicos responsáveis tiveram que recorrer à medida de emergência para sequência do tratamento das vítimas, a necessidade da aplicação do soro anti botulínico que não foi possível encontrar na região, nem mesmo em São José do Rio Preto.
A saída encontrada foi recorrer a policia militar do estado de São Paulo, que diante da gravidade do caso deslocou um avião da capital até Santa Fé do Sul para trazer o referido medicamento. A viagem demorou aproximadamente duas horas, mas felizmente a tempo de tirar os pacientes do estado crítico que se encontravam.
De acordo com informações médicas, esta ação imediata da policia militar salvou os pacientes. O comando da policia militar que esteve em Santa Fé do Sul informou que este não é um procedimento comum da PM, mas a que urgência do caso justificou o procedimento adotado, situação endossada pela equipe médica.
A Vigilância Sanitária vai investigar o produto que supostamente provocou esta situação grave a uma família, no caso o consumo de mortadela de uma marca da região. Correio de Santa Fé

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password