Família do radialista Márcio Costa emite nota de agradecimento

A família do jornalista e radialista Márcio Costa, falecido no último dia 27, por conta de complicações de saúde, após 17 dias internado em estado grave na Santa Casa de Fernandópolis, emitiu nota pública de agradecimento aos amigos que se manifestaram a perca irreparável. O texto foi redigido pela irmã Márcia.

NOTA
Agradeço a todos pela solidariedade e carinho neste momento difícil, que eu e minha família enfrentamos.
Tentarei expressar nas linhas a seguir o que, no momento, talvez não conseguiria dizer. Todavia persisto crendo que Deus queria mais alegria e espontaneidade no céu, por isso resolveu levar para perto de Si um radialista.

Meu irmão viveu plenamente! Trabalhou na profissão que amava. Sempre fez o que gostava de fazer! Era um adulto que nunca esqueceu seu lado criança!
Eu orei incansavelmente pedindo a cura, mas nunca questionarei os desígnios de Deus, pois quem é a criatura para questionar o Criador?
Apenas rogo a Deus que me ajude a superar aquilo que não posso mudar e, que envie a cura para findar com essa pandemia, assim outras famílias não passarão pelo que estamos passando.
O mais triste disso tudo é que esse vírus primeiro nos afasta de quem amamos antes da contaminação… nos afasta após contaminação e por fim impede a despedida.
Não poder vê-lo durante a internação, não poder se despedir dele como se faz em um ato solene de um velório foi devastador.
Como familiar faço questão de agradecer toda a equipe médica da Santa Casa, porque sei que se esmeraram para salvá-lo.

Agradeço a rádio Alvorada (95,3) pelo apoio desde o princípio.
Agradeço a prefeitura de Guarani D´ Oeste pelo cuidado que teve conosco até o sepultamento.
Agradeço os amigos da rádio e da imprensa que estão prestando lindas homenagens.
Agradeço cada pessoa, fã, amigo que doou o seu bem mais precioso, que é o seu tempo, para orar em favor da vida dele.
Agradeço cada parceiro do meu trabalho que chorou, orou, torceu comigo.
Agradeço cada membro da família que superou os obstáculos da distância, da doença e da tecnologia para estarmos virtualmente juntos elevando o pensamento a Deus e clamando pela cura.
Agradeço o Pastor Abinadabe, da Igreja Presbiteriana, que orou conosco e nos trouxe palavras de consolo, coragem e fé.
Não é porque Deus tendo poder para curar não curou, que irei me revoltar, pelo contrário sou grata a Deus pelo privilégio de poder ter tido meu nome escolhido pelo meu irmão, por ter convivido com uma pessoa inspiradora, um artista genuíno!
Por mais chocante que seja, a morte é a única certeza que temos.
Quis Deus encerrar sua trajetória de vida ontem, mas eu com aplausos me despedi do meu irmão… do meu amigo… do incomparável radialista MÁRCIO COSTA!

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password