Fábio Santos alerta Mano para evolução de Ralf e também pede chance

Apenas um jogador campeão da Libertadores pelo Corinthians foi convocado pelo técnico Mano Menezes para o próximo amistoso da Seleção Brasileira, no dia 15 de agosto, contra a Suécia: Paulinho. Mesmo reconhecendo o potencial de Ralf, o comandante do time nacional garantiu que ele precisaria ser mais versátil para ser chamado. Por outro lado, o lateral Fábio Santos, companheiro de ambos no Timão, garante que a evolução do camisa 5 deveria ter sido levada em conta por Mano.

O atual técnico da Seleção foi quem indicou Ralf, então uma promessa do Grêmio Barueri, à diretoria do Corinthians. Em pouco tempo, o volante começou a ser considerado o melhor marcador do Brasil, mas só foi chamado para o Superclássico das Américas, torneio de tiro curto em que apenas jogadores que atuavam no País poderiam ser chamados.

Hoje na Seleção, Mano indicou Ralf ao Corinthians; Tanto o camisa 5 quanto Fábio Santos querem chance

Ao anunciar a lista para o amistoso pós-Jogos Olímpicos de Londres, Mano também comentou a situação de Ralf, que precisaria melhorar a saída de bola para receber oportunidades na Seleção Brasileira. Fábio Santos, por sua vez, alerta para o comandante que o camisa 5 do Timão já evoluiu desde 2010, quando Mano Menezes treinava o Corinthians.

 

“Que ele é o melhor marcador do Brasil ninguém tem dúvida, ele briga para ser um dos melhores do mundo, e sabe que tem que melhorar muita coisa. Agora ele trabalha muito, sabe onde precisa melhorar ou não e o Mano trabalhou aqui em 2010. Ele evoluiu bastante, é jogador de Seleção por muitos anos, tem crescido bastante, busca isso intensamente. Na próxima oportunidade o Mano vai lembrar”, garantiu o lateral esquerdo do Corinthians e companheiro da dupla Ralf e Paulinho.

Aos 26 anos de idade – completa 27 em setembro – Fábio Santos quer ser lembrado por Mano Menezes para a reserva de Marcelo, do Real Madrid, que é titular absoluto do setor. “Perto do auge”, como ele mesmo faz questão de dizer, o ala ainda pensa em jogar na Seleção Brasileira e também coloca outro jogador na lista de espera: o ex-corintiano Leandro Castán, vendido recentemente para a Roma, da Itália.

“Nossa equipe não é nova e não é interessante dentro de um projeto de Copa do Mundo. Mas tem jogadores mais novos, inclusive eu (risos). Tem o Ralf, o Paulinho, tinha o Castán. Eu tenho idade ainda, tenho 26, idade boa, é óbvio que eu penso, ainda mais jogando pelo Corinthians”, discursou Fábio Santos, que ainda completou: “É manter a regularidade e conquistar títulos. Isso vai me dar uma chance na Seleção”. (gazeta esportiva)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password