Expô Fernandópolis vai acumulando prejuízos de mais de R$ 1,1 milhões

Da Redação

A Expô Fernandópolis vai socorrer a Santa Casa ou a Santa Casa irá socorrer a Expô? Essa é uma pergunta que tem que ser feita aos organizadores da Expô Fernandópolis 2013. Até esta segunda-feira, o prejuízo acumulado ultrapassou a casa dos R$ 1,1 milhões de reais.

Os dados são públicos e estão disponíveis no portal transparência no próprio site da Prefeitura, identificados nos itens receita e despesa. Até agora foram arrecadados cerca de R$ 1,3 milhões com vendas de permanentes, ingressos, camarotes, terrenos, publicidade, patrocínios, inscrições para modalidades no rodeio e outros valores arrecadados.

Na despesa da Expô estão lançados, na pasta da secretaria de Cultura, o pagamento para contratações de shows, som, palco, iluminação, premiações, tropas, locutores, Ecad e outros itens necessários para a realização da festa. Essa despesa ultrapassou a o valor de R$ 2,5 milhões de reais que saíram dos cofres públicos, pagos com o dinheiro do contribuinte que ainda teve que pagar para entrar no recinto.

A contabilidade da festa ainda não está fechada, mas os números sempre mudam para cima ou para baixo, dependendo do que há a receber e outras despesas que sempre aparecem de última hora. A comissão tem, por lei, um prazo de 90 dias para prestar contas aos vereadores e à população.

O RN tentou falar com o presidente, empresário Renato Colombano, sobre o assunto, mas ele não atendeu a ligação e também não retornou ao telefone.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password