Exame de criança que levou mordida em creche vai ser analisado em SP

Fotos de mordida serão analisadas em SP. Equipe trabalhou no caso do “maníaco do Parque”, que teve repercussão nacional

Os exames de corpo de delito do bebê de 1 ano que, segundo a mãe, teria sido mordido por uma faxineira em uma creche de Votuporanga, foram encaminhados ao Núcleo de Odontologia Legal do Instituto Médico Legal de São Paulo. O nome da faxineira não foi revelado pela polícia e nem pela Prefeitura.

Diário apurou que as provas serão analisadas pela mesma equipe – especializada em arcada dentária – que trabalhou no caso do “Maníaco do Parque”. (leia mais abaixo)

Além dos dois exames de corpo de delito, um feito no dia 6 deste mês no IML local – prédio da Delegacia Seccional de Votuporanga – e outro anteontem à tarde, foram encaminhadas também as fotos reveladas e ampliadas do celular da supervisora administrativo Juliana Souza, que é mãe do bebê.

Ela registrou boletim de lesão corporal na Delegacia de Defesa da Mulher(DDM)de Votuporanga, que também investiga casos com vítimas crianças e adolescentes. Segundo a supervisora de vendas, no dia 31 do mês passado, ao buscar o filho no Cemei “Maria Lygia Bertoncini Leite”, no Jardim do Prado, notou que havia uma mordida no braço.

“A educadora disse que ele tinha se mordido. Quando ergui a camisetinha e vi o tamanho da mordida não acreditei”, afirma ela, que chamou a direção e pediu as imagens do sistema de monitoramento do local. “Por mais que tenha sido outra criança, não entendi porque uma pessoa responsável pela limpeza estava cuidando do meu filho”, disse ela.

Improvisada como babá

Diário revelou, com exclusividade, em reportagem no dia 8 deste mês que a faxineira acusada de morder o braço do bebê trabalhava improvisada como babá das crianças. A contratação dela, confirmada na época pela secretária municipal de Educação, Silvia Rodolfo, foi feita por meio do “Projeto Votuporanga em Ação”, da Secretaria Municipal de Assistência Social. Após a agressão, a faxineira, que teria de trabalhar até o dia 4 deste, não voltou mais na creche.

Convocada

A mãe do bebê foi convocada nesta semana pela Prefeitura de Votuporanga para prestar esclarecimentos sobre o caso, na terça-feira, a partir das 8h, no próprio prédio da Prefeitura, que fica na rua Pará. O procedimento faz parte da sindicância investigativa que inclui oitivas de testemunhas e envolvidos na acusação.

Maníaco do Parque

O assassino em série Francisco de Assis Pereira estuprou e matou pelo menos seis mulheres e tentou matar outras nove em 1998.Os crimes ocorreram no Parque do Estado, que fica na região sul da Capital. A análise de uma mordida em uma das vítimas, feita pela equipe do IML-SP – a mesma que vai anlisar o caso de Votuporanga – constitui uma das principais provas periciais do caso, que ganhou repercussão nacional.

Luciano Moura
luciano.moura@diariodaregiao.com.br

 

Sindicância após reportagem

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Votuporanga informou, por telefone, ontem à tarde que a sindicância investigativa sobre o caso, que aconteceu no dia 31 de outubro, foi aberta no dia 10 deste mês, dois dias após reportagem exclusiva do Diário que revelou que a faxineira acusada de morder o braço do bebê de 1 ano trabalhava improvisada como babá das crianças do Cemei “Maria Lygia Bertoncini Leite”, no Jardim do Prado.

Entretanto, a assessoria da prefeitura emitiu nota à imprensa no dia 8 deste mês que informava, além da investigação sobre a acusação da mordida, a abertura de investigação sobre o desvio de função no Cemei. “A Secretaria da Educação reforça que não é permitido que funcionários de outros setores exerçam funções de educadores, por isso, os motivos de ela estar desempenhando uma função que não era de responsabilidade do cargo que ocupava também serão apurados pela sindicância”, consta na nota.

Ainda segundo a assessoria, o prazo para a conclusão da sindicância é de 30 dias, ou seja, no dia 10 de dezembro. Mas este prazo poderá ser prorrogado por mais 30 dias. Até o momento, nenhum funcionário da creche foi afastado do cargo. O caso ganhou repercussão nas redes sociais após a divulgação das fotos da mordida no braço do bebê. (LM)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password