“Estado de Greve” é tema da 4ª paralisação da Polícia Civil nesta quinta-feira

A Polícia Civil do Estado de São Paulo faz sua quarta paralisação da categoria, nesta quinta-feira, 22 de agosto. a terceira paralisação da categoria. Desta vez, o protesto foi intitulado como “Estado de Greve – Operação Blecaute: Até Quando?”.

Assim como nos protestos anteriores, o ato deve ocorrer em todo o Estado de São Paulo, onde os policiais civis ficaram de braços cruzados por seis horas – das 10h às 16h, três horas a mais do que no primeiro protesto.

Em apoio ao manifesto, que reivindica melhorias nas condições de trabalho como infraestrura e aumento no contingente de policiais, à Central de Flagrantes da Polícia Civil de Araçatuba também interrompe o atendimento por seis horas. Neste período nenhuma ocorrência será registrada, informou o delegado plantonista.

REIVINDICAÇÕES

Após decisão aprovada, durante Assembleia Geral Extraordinária, realizada em 20 de agosto, o Sindpesp e a Adpesp unidos no intuito de alinhar os procedimentos a serem adotados no “Estado de Greve” e nas paralisações da “Operação Blecaute” comunicaram as orientações de conduta, nesta manhã.

O movimento, segundo a Associação dos Delegados do Estado de São Paulo (ADPESP), tem como objetivo de chamar a atenção de todos quando a gravidade dos problemas enfrentados pela polícia na luta diária em defesa da sociedade.

Em nota, a associação enfatiza que o manifesto ocorre contra as péssimas condições de trabalho que o Governo vem impondo a Polícia Civil. De acordo com a associação, a Operação Blecaute está em conformidade com a Lei de Greve.

Durante o período de paralisação, todas as unidades policiais devem permanecer de postar abertas, porém, atendendo apenas os casos graves. Ocorrências simples que não necessitam de medidas urgentes, deverão ser registradas após o término do manifesto.

ATENDIMENTO

O atendimento no plantão policial de Araçatuba, portanto, será retomado às 16h. A cada protesto, os policiais têm aumentado uma hora na interrupção do atendimento.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password