Escolas fazem mobilização contra dengue

Unidades percorrerão bairros em busca de criadouros do mosquito Aedes aegypti; solicitação partiu do MEC

As escolas da rede municipal de Votuporanga irão participar da mobilização nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti. Na próxima sexta-feira (19/2), os alunos irão percorrer os bairros em busca de criadouros, alertando a população sobre o perigo da dengue, da febre chikungunya e zika vírus, doenças relacionadas ao Aedes.

A iniciativa foi uma solicitação do Ministério da Educação (MEC), que pediu que os municípios desenvolvessem ações abordando as formas de prevenção e de eliminação dos focos de mosquito. Um representante do MEC estará na sexta-feira visitando o Centro de Educação Municipal (CEM) “Prof. Valdir Gonçalves de Lima” pela manhã, no Parque Residencial Bortolotti.

Com caráter educativo, a ação busca intensificar a conscientização da população para a importância de erradicar os criadouros do mosquito. Durante a atividade, os alunos irão recolher os objetos que são potenciais focos do Aedes aegypti.

A secretária da Educação, Silvia Rodolfo, ressaltou que o foco é a conscientização. “Os estudantes são os multiplicadores em casa e em toda a comunidade. As ações práticas colaboram para reforçar o conteúdo em sala de aula. A mobilização é uma forma de mostrar para a população que cada um tem que fazer a sua parte. Se cada um não cuidar da sua casa, não tem quem cuide”, destacou.

O Centro de Educação Municipal (CEM) “Prof. Orozimbo Furtado Filho” saiu na frente e desenvolve o projeto pioneiro de combate à dengue. A iniciativa irá debater sobre o tema na escola e também na disciplina de Educação ambiental no Tempo Integral.

No começo do mês, alunos recolheram criadouros espalhados pela cidade. “Iremos desenvolver ações relativas ao combate, a atividade de percorrer o Distrito foi apenas o início para um cronograma. A ideia é que os estudantes orientem os moradores quanto aos cuidados com quintais”, explicou a coordenadora do CEM, Clara Nates.

Para sexta-feira, os estudantes farão panfletagem e orientação aos moradores. “O Distrito de Simonsen foi dividido em setores e, primeiramente, iremos nas proximidades da escola. O conteúdo que iremos entregar na mobilização foi confeccionado pelos próprios alunos”, contou a diretora Vera Namba.

Vera acredita no resultado do projeto. “A escola tem muita força na comunidade e todo mundo está muito motivado. Daqui 15 dias, iremos passar nas casas novamente para verificar os resultados”, complementou.

Secez

O Setor de Controle de Endemias e Zoonoses (Secez) está percorrendo as escolas municipais, com um teatro sobre os alunos a ação “Todos contra a Dengue”, que começa neste final de semana (20 e 21/2). As apresentações seguem até sexta-feira e envolve todas as unidades escolares.

Neste mutirão serão recolhidos somente pequenos recipientes que possam acumular água, servindo como criadouro do Aedes. Os criadouros de tamanho maior terão de ser encaminhados pelo próprio morador ao Ecotudo.

A educadora em saúde, Ana Carolina Ribeiro, diz que, nas escolas são reforçadas orientações e dicas sobre o combate ao Aedes Aegypti, informações sobre os sinais e sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito e distribuição de panfletos. “Estamos solicitando que as crianças envolvam os pais na iniciativa e agreguem voluntários. Os alunos são importantes multiplicadores para a conscientização”, disse Ana Carolina.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password