Crime brutal: Assassino confesso conta os detalhes

O crime que abalou Votuporanga e região repercute em todo o Estado. O site votunews bateu recorde de acessos e compartilhamentos de fotos e informações da trágica notícia em suas redes sociais. As solicitações de pedidos de informação por outros órgãos de imprensa também foram feitas por email e telefone através da nossa redação.

As infomações divulgadas com exclusividade por volta das 17h30 deste sábado, rodaram o mundo e causaram indignação em todos.

Em entrevista ao site votunews, o assassino confesso Wilson Aparecido Rodrigues deu detalhes de como abordou Érica no estacionamento de um supermercado da cidade, até a sua morte.

Segundo ele, Érica foi abordada por se tratar de uma “presa fácil”, já que estava sozinha deixando o supermercado, por ser mulher e de certa forma com corpo franzino. Ao ser abordada, o assassino apenas teria dito que queria dinheiro para sair fora da cidade e que nada aconteceria com a mulher.

Em seguida, o criminoso tomou a direção do veículo Palio em direção a Fernandópolis, mas parou antes em um posto de combustível em Valentim Gentil, onde abasteceu R$ 30,00 com o cartão de crédito da vítima. Logo após, ele retornou para Cardoso, onde teria cometido o bárbaro, golpeando-a com uma faca três vezes, atingindo o peito, pulmão e as costas da vítima, jogando-a da ponte do córrego Tomazinho, na rodovia que liga Cardoso a Riolândia. Antes de esfaqueá-la, o assassino amarrou as mãos da vítima para, segundo ele, impedir que pulasse do carro. Em seguida, retornou para Fernandópolis, onde abandonou o veículo da vítima próximo ao Terminal Rodoviário, voltando para Votuporanga de ônibus. Na rodoviária, jogou fora documentos pessoais de Érica dentro de um saco de lixo.

Wilson Aparecido Rodrigues disse à reportagem

Disse ainda que ao jogá-la da ponte ela ainda estava viva, negou que tenha abusado sexualmente da vítima, e afirmou que queria apenas dinheiro.

Depois de prestar horas de depoimento na Delegacia de Cardoso, o criminoso foi transferido para alguma unidade prisional da região.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password