Equipe da TV TEM flagra transporte escolar precário em Nhandeara

Van escolar quebrou no meio da estrada rural nesta terça-feira (9). Produtor da TV TEM flagra ônibus novos, parados em barracão.

Moradores de Nhandeara (SP) reclamam das condições do transporte escolar na cidade. A equipe da TV TEM foi apurar a denúncia e encontrou uma situação de descaso. O serviço é terceirizado e o dono da empresa contratada pela prefeitura é um vereador. O prefeito diz que a frota é boa e segura.

TV TEM flagrou os alunos que moram na zona rural de Nhandeara voltando da escola quando a van quebrou no meio da estrada. “Imagino que foi a suspensão porque na hora de entrar na estrada de terra deu um estralo grande”, afirma o motorista Valdomiro Pereira.

Os estudantes, entre eles um de 5 anos, contam que é comum os carros quebrarem. “Quebra bastante, às vezes tem de ligar para o pai, para mãe vir buscar, já voltei para a casa a pé”, diz um dos estudantes.

A situação dos bancos é precária e todos viajam sem o cinto de segurança. Os alunos também dizem que é comum a van escolar circular com estudantes a mais. Com a van quebrada, o tempo passa e por causa do calor os alunos decidem esperar fora do veículo. Eles esperaram mais de uma hora no meio da estrada sem nenhuma segurança. A movimentação de caminhões pesados carregados de cana é intensa estrada.

O socorro só chega 40 minutos depois. O motorista do ônibus é o dono de uma das empresas de transporte escolar contratadas pela prefeitura. É o vereador conhecido na cidade como Batata. Nervoso, ele diz que não pode falar e quer arrancar com o ônibus e nega que os veículos apresentem problemas com frequência. O serviço de transporte escolar é terceirizado. A família do vereador é dona da maioria da frota responsável pelo transporte de quase 900 alunos da rede municipal e estadual de ensino.

Com um celular, um produtor da TV TEM consegue entrar no barracão e flagra vários veículos novos, alguns ainda estão com os plásticos nos bancos. O prefeito de Nhandeara, Ozínio Odilon da Silveira, diz que não vê nenhum problema em deixar os carros parados no barracão. “Tem muitos carros parados porque a prefeitura é organizada e como tenho recurso para isso eu adquiro”, afirma.

Ozínio também diz que a frota de transporte escolar passa por uma vistoria todos os anos e que desconhece qualquer tipo de problema. E se mostra surpreso com a notícia da van quebrada horas antes. O prefeito pediu para que procurasse por informações sobre a frota e vistorias no setor de transportes do município. Mas no setor a resposta foi que só o prefeito poderia dar informações a respeito. G1

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password